Guerreiros da Aldeia-Mãe Pataxó vão à Brasília cobrar seus direitos

Nos últimos dias, um grupo de representantes da Aldeia Barra Velha, a Aldeia-Mãe dos índios Pataxó, foram até Brasília para realizar uma série de reivindicações e denúncias às autarquias responsáveis.

Na SESAI, cobraram o descaso com a saúde dos indígenas da área, pois sempre dizem que seus carros estão precisando de manutenção ou combustível, muitas vezes se negando a ir até o território cumprir a função pela qual ela foi criada.

Na FUNAI a discussão foi muito maior, pois foram denunciar diversas invasões de não-índios, que ficam proferindo ameaças de morte e realizando atentados a mando de fazendeiros que estão ILEGALMENTE dentro da terra indígena de Barra Velha, visto que essa foi vistoriada, homologada e legalizada há cinco anos, inclusive publicado no Diário Oficial da União.

Foi entregue um documento ao vice-presidente da FUNAI convocando um representante para a reunião que acontecerá na aldeia em outubro, para que eles possam ver de perto a luta de que os nossos irmãos tanto falam. Eles também reinvindicam rondas policiais periodicas no território e guaritas nas entradas, para que haja uma segurança maior pras mais de 4.000 famílias que vivem na área.

Também aconteceu uma reunião no Ministério do Esporte, onde foi discutido a realização dos jogos indígenas da região de Porto Seguro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *