Lagarto: SEMAGRI e SEMA fecham ano com o fortalecimento da agricultura familiar

FONTE: Prefeitura de Lagarto

Uma das atuações mais importantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMA) e da Secretaria Municipal da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (SEMAGRI), da Prefeitura de Lagarto, sem dúvida é junto ao agricultor familiar e em defesa do meio ambiente. E o ano de 2018 não foi diferente. Com ações voltadas para o fortalecimento desse tipo de produção agrícola, a pasta responsável pelo setor conseguiu qualificar ainda mais os trabalhadores rurais lagartenses e deu grande suporte para uma melhor produtividade.

O exemplo mais recente aconteceu na última sexta-feira, quando a Prefeitura Municipal de Lagarto, através da prefeita Hilda Ribeiro, assinou um termo para recebimento de dez motocultivadoresdestinados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) à agricultura familiar do município.

A conquista beneficia hoje diversas famílias assentadas de Lagarto. “Para mim é uma honra representar o município e as muitas famílias beneficiadas com estas máquinas, o que facilita a lida diária com o campo. Nosso município foi contemplado com maquinários importantíssimos para a agricultura familiar”, disse a prefeita Hilda na ocasião.

5522d93e 8e7c 48d8 995d baf5514f4571

Outras ações durante o ano também levaram aos assentamentos, como o José Gomes da Silva e o Roseli Nunes, treinamento específico para uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) durante o manuseio de pulverizadores. As ações fizeram parte do projeto Agricultor Consciente, do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

Sementes de milho
Vale destacar, e muito, a distribuição para as famílias agricultoras de sementes de milho do tipo crioula durante todo o mês de julho de 2018, como forma de incentivar a produção da agricultura familiar no município. O investimento da Prefeitura nessa distribuição, com parceria do Movimento Camponês Popular (CMP), da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do Governo do Estado, deu muito certo.

b95ce7bb 93ca 481e 8afa 15f9b70d2f78

“A produção de milho no povoado Tanque, por exemplo, chegou a 18 toneladas. E a previsão é que esse número atinja a casa de 30 toneladas. Esse milho natural serve para a fabricação de massa de milho”, explicou Flamarion Déda, secretário Municipal da Agricultura e do Desenvolvimento Rural.

De acordo com o diretor de Controle Ambiental, Antônio Carlos Nogueira Fontes, as sementes são sem transgenia e dão valor ao milho. “Além do mais, as negociações são feitas pelos próprios agricultores. Para se ter uma ideia, o saco desse milho é vendido hoje por R$ 70. Isso gera uma boa renda para as famílias”, afirmou.

312c834a f7e0 4709 9ad0 88c6f7db7a35

Segundo ele, o projeto coordenado pela Prefeitura e pelo MCP chegou aos povoados Tanque, Estancinha, Açuzinho e Olhos D’Água, englobando cerca de 25 produtores. As sementes também foram distribuídas para diversos assentamentos, tanto para beneficiários do Crédito Fundiário quanto para assentamentos do Movimento Sem Terra (MST).

ExpoLagarto
Por mais um ano a ExpoLagarto foi um sucessoo. Com uma programação cultural ainda mais vasta e feiras com grande diversidade, a maior exposição agropecuária do interior sergipano alcançou grandes resultados de público e de negócios para quem vive do campo.

expolagarto

Com estande exclusivo, a SEMAGRI expôs os principais serviços da pasta, sempre com atenção redobrada ao agricultor familiar e aos produtores agrícolas do município, um dos mais importantes do estado em produtividade rural.

Fiscalização ambiental
O ano de 2018 foi extremamente importante para qualificar os servidores da SEMA como licenciadores e fiscais ambientais. Isso foi um grande passo na gestão ambiental do município, que contribuiu muito para implementação da política municipal ambiental.

O curso foi fruto da assinatura do convênio entre a Prefeitura Municipal de Lagarto e a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) e qualificou 22 técnicos para monitorar, licenciar e fiscalizar empreendimentos no âmbito municipal, além de outras atividades ambientais.

Recicláveis
Outro momento de grande orgulho para a SEMA foi a oficialização da Cooperativa de Agentes Autônomos de Recicláveis. Com total apoio da Secretaria, vários catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis do município estão organizados e podem ter acesso a mais benefícios.

A SEMA conseguiu reunir o órgão com o consórcio responsável pela coleta de lixo no município e com a Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju (CARE) e discutiu sobre um melhor suporte para os agentes que atuam na coleta seletiva na região do povoado Santo Antônio.

Mais ações
As diversas iniciativas também oportunizaram a muitos agricultores conhecerem mais sobre o Cerest, fundamental no cuidado de quem trabalha no campo. Reuniões foram levadas para diversas comunidades rurais do município.

“Muitos trabalhadores utilizam agrotóxicos na lavoura, mas não sabem que o mau manuseio pode gerar consequências graves à saúde. Nossa função é fazer que esse agricultor esteja capacitado para produzir mais, melhor e de maneira consciente”, comentou Flamarion.

Não menos importante para os agricultores é saber dos perigos para a saúde e para a lavoura em relação ao caramujo gigante africano. E foi pensando nisso que, no início do ano, em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram traçadas estratégias para combater o molusco.

Uma força-tarefa entre equipes e voluntários foi designada para a coleta de caramujos com o intuito de diminuir a incidência do animal, que pode causar meningite e tantos outros transtornos à saúde, além de destruir plantas nativas e cultivadas, causando sérios danos à agricultura.

Mais um ano de trabalho duro e sempre voltado para o trabalhador e para a construção de um município que atende a todas as exigências ambientais, melhorando a cada ano a qualidade de vida do lagartense. A reconstrução de Lagarto não podia estar melhor, a começar pelas ações no campo e nas comunidades rurais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *