Agricultura familiar deve ter 2019 difícil com menor orçamento para políticas públicas, diz presidente da Contag

FONTE: G1

Para Aristides dos Santos, desafio será convencer o novo governo da importância da agricultura familiar.

A agricultura familiar deve ter um ano difícil em 2019. De acordo com Aristides dos Santos, presidente da Contag, confederação que representa os trabalhadores rurais e agricultores familiares.

De acordo com ele, os cortes no orçamento de programas voltados para agricultura familiar. Em 2018, o valor destinado a esses programas era de R$ 7 bilhões. Foi reduzido para R$ 5,8 bilhões em 2019.

“O maior desafio para o próximo ano será convencer o governo que a agricultura familiar precisa de apoio. Precisamos também recuperar os orçamentos perdidos e mostrar que a reforma agrária é necessária”, disse.

Santos também afirmou que a extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário, que aconteceu durante o governo de Michel Temer, deixa o agricultor familiar dentro do Ministério da Agricultura, onde também está o agricultor patronal. “A tendência é concentração de esforços para os grandes produtores e deixar de lado os pequenos”, afirmou. “A agricultura familiar sem incentivo vai prejudicar toda a sociedade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *