NASCEM OS PRIMEIROS FRUTOS DO ENCONTRO DA CONAFER COM OS PAJÉS DO ALTO XINGU

da Redação

Há pouco mais de um ano, mais especificamente no dia 31 de outubro de 2018, representantes da CONAFER saíam de Brasília para uma viagem rumo ao Alto Xingu, para o III Festival Kuikuro de Cultura, evento que a CONAFER ajudou a realizar. Desde o primeiro aperto de mão entre os povos do Xingu e a CONAFER, os laços têm se estreitado em benefício de todos os xinguanos. Duas lideranças indígenas têm se destacado neste trabalho incansável de representar a CONAFER no Alto Xingu. Marrayury Jair Kuikuro, Secretário Nacional dos Povos Indígenas do Xingu, e sua mulher, Sula Fernanda Kamaiura, Coordenadora das Organização das Mulheres Xinguanas, têm levado as pautas e necessidades de todas as etnias até Brasília, e assim poder obter agendas nos órgãos de representatividade dos indígenas, como a FUNAI, FUNASA, SESAI, Ministério da Justiça e outros, além de tratar de infraestrutura e melhorias nas aldeias, e realizar projetos nas áreas da saúde, educação, transporte, esporte e lazer.

A CONAFER e os povos do Xingu realizam o ritual da amizade

A aproximação entre os Kuikuros e a CONAFER começou por iniciativa do próprio guerreiro Jair Kuikuro, que durante o Encontro de Pajés na Aldeia Baixo Alegre, em Pau-Brasil na Bahia, aproximou-se dos parentes Pataxó e Pataxó HãHãHãe, e também da CONAFER. Vendo o belo trabalho da Confederação junto aos seus parentes, Jair fez um convite oficial para que a entidade viesse a se somar na realização do Festival em sua Aldeia. O convite foi prontamente aceito, e desde então, a CONAFER/Kuikuros/Pataxós estão unidos na luta por autonomia, valorização cultural, contra as violações de seus direitos e melhores condições de vida em seu território.

No Parque do Xingu, a diversidade de nações e costumes

O Parque tem 16 nações que convivem no território do tamanho de Sergipe, com 2,6 milhões de hectares: Aweti, Ikpeng, Kaiabi, Kalapalo, Kamaiurá, Kĩsêdjê, Kuikuro, Matipu, Mehinako, Nahukuá, Naruvotu, Wauja, Tapayuna, Trumai, Yudja e Yawalapiti. O Parque Indígena do Xingu é considerada a maior Reserva Indígena do gênero no mundo. Jair Kuikuro reforça a vocação da CONAFER em promover o desenvolvimento das comunidades por meio de suas ações. Para Jair, “com a CONAFER é possível não apenas atuar em favor do meu povo Kuikuro, mas também por todos os povos irmãos do Alto Xingu, aproximando nações, promovendo suas culturas e tradições, atuando no desenvolvimento da agricultura e na economia das aldeias, e principalmente, ajudando no fortalecimento das nossas lutas”.

Um comentário em “NASCEM OS PRIMEIROS FRUTOS DO ENCONTRO DA CONAFER COM OS PAJÉS DO ALTO XINGU

  • fevereiro 5, 2020 em 3:47 pm
    Permalink

    Juntar as nossas forças pra dar continuidade na nossa luta nos organizando em nossas comunidades no intuito de crescimento dos nossos jovens incentivando na busca por uma saúde de qualidade buscando uma alimentação saudável e sustentável

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *