fbpx

Câmara dos Deputados pode votar hoje projeto de lei que garante um salário mínimo às famílias indígenas, quilombolas, pescadores e povos da floresta

da Redação

Na pauta do dia estão incluídas outras propostas de assistência durante a pandemia, como a que estabelece normas para a doação de alimentos, álcool em gel, luvas e máscaras faciais

No plenário da Câmara uma votação que pode fazer a diferença na proteção dos povos originários, quilombolas, pescadores e ribeirinhos durante a pandemia. Hoje será votado o Projeto de Lei 1142, de 2020, que estabelece critérios para combater o novo coronavírus nos territórios tradicionais.

A sessão será virtual, e o projeto em pauta também prevê medidas que asseguram uma salário mínimo para as populações tradicionais, além da ampliação do número de médicos, acesso à UTI, medicamentos e alimentos.

O projeto visa, também, distribuir o auxílio de forma descentralizada, retirando a necessidade de inscrição dessas famílias em outros cadastros sociais, a exemplo dos indígenas e quilombolas que moram fora dos territórios tradicionais por razões de estudo ou tratamento médico.

Veja aqui íntegra do texto do PL 1142/20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *