fbpx

Agricultura Familiar é tão importante, que é lembrada no mundo todo

da Redação

m
25 DE JULHO. DIA INTERNACIONAL DA AGRICULTURA FAMILIAR.

Em todos os países, os produtores familiares são os responsáveis pela maior parte do alimento produzido. A ONU, Organização das Nações Unidas, por meio de sua agência de Alimentação e Agricultura, a FAO, estima que 80% da produção mundial de alimentos é de agricultores familiares. São mais de 500 milhões de produtores rurais espalhados pelo globo, ocupando 90% das propriedades agrícolas nos 5 continentes.

No Brasil, desde 2006 pela Lei 11.326, a Agricultura Familiar é reconhecida como categoria e setor econômico. Com 36 milhões de agricultores responsáveis por 73% do mercado interno do país e por 10% do PIB, ou mais de 55 bilhões de dólares, a agricultura familiar brasileira é tão forte que ocuparia a 8ª posição entres os 10 maiores produtores de alimentos no mundo. 
As lutas do pequeno agricultor são históricas, desde os confrontos contra o Estado pela posse de uma área para plantar e viver com sua família, passando por trágicos conflitos com os grandes latifúndios, até a regularização fundiária em terras públicas, que se arrasta há anos. 

Agricultura sustentável está na Agenda 2030 da ONU

A fome extrema e a desnutrição continuam sendo um entrave no desenvolvimento de muitos países. Portanto, a agricultura familiar torna-se atividade fundamental para atingir as metas da ONU de Fome Zero e Agricultura Sustentável até 2030.

O desafio é que todas as pessoas, especialmente as crianças, tenham acesso suficiente a todo tipo de alimento. Isto envolve promover práticas agrícolas sustentáveis, apoiar pequenos agricultores e garantir acesso igualitário às terras, tecnologia e mercados. 

Também requer cooperação internacional para garantir investimentos em infraestrutura para apoiar a produção de centenas de milhões de agricultores familiares que depois vão alimentar 8 bilhões de pessoas. E nós só temos que agradecer muito aos agricultores familiares que diariamente trabalham muito para superar esta meta o quanto antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *