da Redação

A recém-criada Secretaria Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável está alinhada à Agenda 2030 da ONU; promover a agricultura familiar sustentável como meio de atingir as metas globais de erradicação da pobreza e segurança alimentar é seu objetivo

Para apresentar a sua nova Secretaria, a CONAFER realizou uma palestra sobre o tema Sustentabilidade na Agenda 2030 da ONU e suas agências PNUD e FAO, cujo compromisso é erradicar a fome, pôr fim à miséria e garantir a segurança alimentar do planeta, conforme os objetivos e metas acertadas por nações do mundo inteiro, e que devem ser atingidas até o final da próxima década. A palestrante foi Cristina Pinheiro, responsável pela Secretaria Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 

A secretária Cristina Pinheiro durante a palestra para os colaboradores da CONAFER. Foto: CONAFER

Ao vivo para os colaboradores de Brasília, e também pela nova plataforma de videoconferência da CONAFER para outros colaboradores espalhados no país, a secretária Cristina apresentou os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS, uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas em setembro de 2015. São 17 objetivos e 169 metas que podem mudar este cenário sombrio de um mundo mergulhado em crises econômicas, com bilhões de pessoas passando fome, pandemias por falta de saneamento e água tratada, guerras provocando exôdos e imigrações, violência contra a infância e todos os problemas globais.

Nesta Agenda estão previstas ações globais e simultâneas em todos os países para o fomento da agricultura; investimentos em saúde e educação; defesa da igualdade de gênero; redução das desigualdades; acesso à energia, água e saneamento básico; promoção dos padrões sustentáveis de produção e de consumo; combate às mudanças climáticas causadas por efeito da ação humana; aplicação do conceito de cidades sustentáveis; proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres; crescimento econômico inclusivo; aumento de infraestrutura sustentável e industrialização que respeite os impactos ambientais.

LEIA TAMBÉM:

A Agenda 2030 da ONU é tão importante para a CONAFER que nasceu o CONJUR

CONAFER cria projeto de agroecologia nas aldeias e valorização das tradições indígenas

A Secretaria Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, SENAODS, atuará em consonância com os ODS e fortalecerá as iniciativas existentes em âmbito nacional, atuando com a transversalidade que permite a Agenda, contando com o apoio do Movimento Nacional ODS, as parcerias locais e agências da ONU. 

Em sua atuação local, a perspectiva é fortalecer os Espaços Conafer e todo o segmento da agricultura familiar, promovendo os objetivos do desenvolvimento econômico e social para camponeses, indígenas, quilombolas, posseiros, ribeirinhos, assentados e acampados em todo o território brasileiro. 

5’Ps da Sustentabilidade são metas da Secretaria Nacional dos ODS

Os países-membros da ONU aprovaram por unanimidade o documento “Transformando Nosso Mundo: Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, baseado em cinco eixos de atuação: Paz, Pessoas, Planeta, Prosperidade e Parcerias, pilares dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 

Pessoas

Estamos determinados a acabar com a pobreza e a fome, em todas as suas formas e dimensões, e garantir que todos os seres humanos possam realizar o seu potencial em dignidade e igualdade, em um ambiente saudável.

Planeta

Estamos determinados a proteger o planeta da degradação, sobretudo por meio do consumo e da produção sustentáveis, da gestão sustentável dos seus recursos naturais e tomando medidas urgentes sobre a mudança climática, para que ele possa suportar as necessidades das gerações presentes e futuras.

Prosperidade

Estamos determinados a assegurar que todos os seres humanos possam desfrutar de uma vida próspera e de plena realização pessoal, e que o progresso econômico, social e tecnológico ocorra em harmonia com a natureza.

Paz

Estamos determinados a promover sociedades pacíficas, justas e inclusivas que estão livres do medo e da violência. Não pode haver desenvolvimento sustentável sem paz e não há paz sem desenvolvimento sustentável.

Parceria

Estamos determinados a mobilizar os meios necessários para implementar esta Agenda por meio de uma Parceria Global para o Desenvolvimento Sustentável revitalizada, com base num espírito de solidariedade global reforçada, concentrada em especial nas necessidades dos mais pobres e mais vulneráveis, e com a participação de todos os países, todas as partes interessadas e todas as pessoas.

Capa: Toda Matéria

Matérias relacionadas