EM AGUDOS-SP, HOMOLOGAÇÃO DA MARACY II É SEMENTE DE UM FUTURO PARA DEZENAS DE FAMÍLIAS

da Redação
 
Mesmo ainda na condição de PA (Pré-Assentamento), 43 famílias de agricultores não estão de braços cruzados esperando que as terras da Maracy II sejam homologadas.

Muito pelo contrário, de posse da DAP, plantios de diversas culturas proliferam e já dão os frutos de um trabalho que traz muito orgulho para todos. São plantações de mandioca, milho, pomares, criação de animais, hortas de diversos tipos e muita produção orgânica. E tudo sem recursos, pois o PA e a CONAFER ainda trabalham pela sua regularização.

Para que esta semente se frutifique em um futuro de prosperidade para a Maracy II,  transformando-se em Assentamento, é fundamental que a Prefeitura e a Câmara Municipal de Agudos apoiem a sua homologação urgente, para que os nossos futuros assentados possam captar recursos e planejar uma agricultura ainda mais produtiva e diversificada.

O SAFER de Agudos não tem medido esforços para atingir em breve este objetivo. Estamos unidos e empenhados nesta luta de todos os nossos companheiros  da Maracy II.
 

SAFER DE AGUDOS COMEÇA 2020 CONTABILIZANDO CONQUISTAS

da Redação
O recém-criado sindicato da CONAFER em São Paulo é exemplo de atuação

Apresentado oficialmente em junho de 2019, o Sindicato dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais de Agudos, já tem vitórias para comemorar. Ivanor Carminatti dos Santos, liderança da CONAFER e presidente do SAFER na cidade, explica que o Sindicato em poucos meses desde a fundação, já está emitindo a DAP, acionando o Pronaf, dando entrada em processos, selecionando pescadores para autorização de pesca profissional, além de buscar recursos para comprar barcos e redes.

Em cidades como Agudos, é fundamental organizar os pequenos agricultores familiares para o sustento das famílias. Ivanor dos Santos conta que já são 12 anos de luta, mas só recentemente os pequenos produtores se uniram aos objetivos da CONAFER, e com o SAFER, iniciaram um novo tempo em sua luta no campo. Ivanor relata que existem 43 famílias associadas ao Sindicato, e que apenas recentemente foi possível ter a ferramenta de emissão da DAP para viabilizar e liberar crédito pelo Pronaf, inicialmente para alguns produtores. Eles produzem leite, hortaliças, animais, mel e diversos produtos orgânicos. Quando perguntado sobre os objetivos do SAFER neste ano, Ivanor dos Santos diz que a luta é para manter a representatividade da CONAFER, o desenvolvimento de ações de apoio à produção e a regularização das famílias representadas pelo SAFER.
O Sindicato surgiu do empenho para alcançar os pequenos agricultores da região que não tinham oportunidades de credenciamento pela CONAFER. Agora, além de emitir a DAP, é possível operar o INSS e liberar o crédito. Benefícios que têm melhorado a vida dos pequenos agricultores e que impactam no desenvolvimento de toda a região de Agudos.