Sesc São José dos Campos promove curso sobre agroecologia

FONTE: Vale News
Hoje o Sesc São José dos Campos abre inscrições para o curso Agroecologia para a Melhoria das Cidades, que tem por objetivo discutir um novo paradigma de desenvolvimento rural e urbano.
Construída enquanto um processo que contempla não apenas aspectos tecnológicos ou agronômicos de plantar e lidar com a terra e com os animais, a agroecologia aponta para uma transformação das relações estabelecidas entre os seres humanos e a natureza, incorporando dimensões mais amplas e complexas da vida, que incluem variáveis econômicas, sociais, ambientais, culturais e políticas.
Os encontros são complementares e sequenciais, podendo também inscrever-se em um ou mais encontros e contemplam conteúdo prático e teórico.
O curso é gratuito e as inscrições podem ser feitas na Central de Atendimento, a partir do dia 1º de dezembro. Classificação indicativa 14 anos.
Confira a programação completa:
1º encontro: Agroecologia e soberania alimentar
Dia 04, terça, das 19h às 22h.
A importância da agroecologia para a melhoria das cidades e da qualidade de vida de seus habitantes. Haverá uma conversa sobre consumo consciente, considerando a aproximação entre agricultores e consumidores e a importância do consumo de alimentos da época. Além disso, será feita uma comparação de nutrientes de alimentos nos cultivos agroecológicos e convencional.
2º encontro: Vamos cuidar do solo?
Dia 05, quarta, das 19h às 22h.
A fertilidade do solo é fundamental para a sustentabilidade dos ecossistemas. Cuidar dos solos é um dos primeiros passos para o cultivo agroecológico. Serão abordados temas sobre técnicas de recuperação e conservação da fertilidade, como a utilização de adubos naturais, adubação verde e a importância da cobertura vegetal dos solos. A partir de materiais reciclados, como baldes de plástico, serão montadas três composteiras domésticas para resíduos orgânicos.
3º encontro: É tempo de semear: um salve à biodiversidade
Dia 06, quinta, das 19h às 22h.
Temas relacionados à semeadura como: épocas de plantio, influência do calendário lunar, tipos de plantios, transplante e desbaste e cultivos consorciados. Haverá ainda um diálogo sobre a importância das sementes crioulas e suas vantagens – econômica, política, ambiental e cultural.
4º encontro: As flores e os polinizadores
Dia 11, terça, das 19h às 22h.
Bate-papo sobre a importância das flores, dos polinizadores e suas respectivas funções para a manutenção da vida na terra. Como proposta prática, serão cultivadas flores comestíveis que compõem o rico universo das plantas alimentícias não convencionais.
5º encontro: Manejo ecológico de pragas e doenças
Dia 12, quarta, das 19h às 22h.
Formigas, cochonilhas, pulgões, caramujos, joaninhas, percevejos, entre outros insetos, estão constantemente visitando os cultivos. A proposta deste encontro é compreender este ecossistema vivo, identificando as funções biológicas de cada um desses insetos. Será ensinada a produção de repelentes e caldas naturais. Ao final, os participantes poderão levar para a casa um repelente natural.
6º encontro: É tempo de colheita
Dia 13, quinta, das 19h às 22h.
Conversa sobre colheita, beneficiamento e armazenamento dos alimentos, considerando épocas de colheitas de folhas, raízes frutas e chás e temperos. Uma das formas mais antigas de preservação de alimentos é a secagem solar, que não utiliza químicos nem aditivos. Como atividade prática, serão montados três desidratadores solares simples com a utilização de materiais reciclados.
Palestrantes:
Eliane Barros é comunicadora social, formada pela Unesp e mestra em Divulgação científica e Cultural pela Unicamp, com a pesquisa “mulheres camponesas e seus quintais agroecológicos – diálogo de saberes em defesa da vida. É uma das idealizadoras do projeto itinerante “As Sementeiras”.
Bruna Romanini moradora do rancho Y-IARA, que vive a agroecologia no seu cotidiano. Possui carreira na área da Educação Agroecológica buscando compreender as diversas formas de aprendizagem, com o meio ambiente.
O Sesc São José dos Campos fica na Av. Adhemar de Barros, 999 – Jd. São Dimas. Mais informações pelo telefone 12.3904.2000 e no site sescsp.org.br/sjcampos

CONAFER e Banco do Brasil Avançam em Convênio Histórico e Inovador


Na semana passada, dia 20 de novembro, representantes da CONAFER de nove estados (Goiás, Pernambuco, Paraíba, Paraná, São Paulo, Alagoas, Distrito Federal e Minas Gerais) estiveram em Brasília para participar do curso e treinamento do convênio entre CONAFER e Banco do Brasil. Estavam presentes Sidney da Diretoria de Agronegócio, representando o Banco do Brasil, e Tiago Lopes, Secretário Geral da CONAFER junto com os representantes dos estados. O curso começou pela manhã com um grande café da manhã e foi terminar quando o sol já estav se pondo, foi um dia intenso de atividades e novos conhecimentos.

A formação capacitou nossos colaboradores para realizar operações referentes a créditos e políticas agrárias direto dos sindicatos ligados à CONAFER, operações que antes só eram possíveis em agências bancárias. Com isso, poderemos atuar em parceria ao BB mas de forma INDEPENDENTE, servindo como agências exclusivas para tratar de políticas agrárias e do agronegócio. Esse curso é parte de uma longa e frutífera parceria entre BB e CONAFER, que surgiu com o objetivo de facilitar a vida do agricultor familiar ao dar a ele acesso mais digno e rápido a créditos e políticas públicas, como o PRONAF +Alimento e o PRONAF Custeio, que ajudam na garantia de sua produção. Ao mesmo tempo, os trabalhos realizados nos sindicatos ajudam a desafogar as agências das cidades menores e as estruturas físicas servem como agência nas cidades onde elas não existem. Esses locais serão conhecidos como correspondentes AGRO CONAFER.
Com essa nova etapa, os agricultores terão acesso fácil à políticas de crédito do BB, com bem menos deslocamento e burocracia, assim garantindo melhorias para o plantio e aumentando a qualidade de vida do nosso povo.