Sai lista de produtos bonificados no Pronaf com validade até 9 de agosto

da Redação

Os produtos com bônus de desconto nas operações e parcelas de crédito rural são: açaí (fruto), banana, borracha natural cultivada, cará/inhame, cacau cultivado, castanha de caju, feijão caupi, manga e maracujá. Os estados que integram a lista deste mês são: Acre, Amazonas, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Sergipe e Santa Catarina; o recebimento de bônus ocorre quando o valor de mercado de algum dos produtos do Programa de Garantia de Preços para Agricultura Familiar, o PGPAF, fica abaixo do preço de referência, permitindo ao produtor utilizar o valor como desconto no pagamento ou amortização nas parcelas de financiamento no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf

Na Portaria nº 29, de 7 de julho de 2021, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mapa, lista os 9 produtos e os 14 estados contemplados com bônus de desconto no pagamento das parcelas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf. São itens que registraram queda de preço de mercado e terão descontos no momento de amortização ou liquidação do crédito.

A lista com os produtos e os estados contemplados pelo Programa de Garantia de Preços para Agricultura Familiar (o PGPAF), vale para o período de 10 de junho a 9 de julho deste ano, conforme a Portaria da Secretaria de Política Agrícola. Seguindo as resoluções e disposições do Conselho Monetário Nacional, o CMN, ela estabelece em seus artigos 1º, 2º e 3º:
Art. 1º Informar aos agentes financeiros, operadores do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf, os produtos que tem direito e o percentual dos bônus de desconto a ser concedido nas operações e parcelas de crédito rural que serão objeto de pagamento ou amortização pelos mutuários no período de 10 de julho de 2021 a 09 de agosto de 2021, segundo o que determina o parágrafo 1º, do art. 2º, do Decreto nº 5.996, de 20 de dezembro de 2006.
§ 1º Somente os produtos e Estados que apresentam o bônus de desconto, de que trata o caput, estão listados no Anexo.
Art. 2º Os preços de mercado e os bônus de desconto previstos nesta Portaria referem-se ao mês de junho de 2021, têm validade para o período de 10 de julho de 2021 a 09 de agosto de 2021, em atendimento ao estabelecido nas Resoluções nº 4.889 de 26 de fevereiro de 2021 e nº4.921, de 24 junho de 2021, do CMN.
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Os produtos com bônus de desconto nas operações e parcelas de crédito rural são:

Veja aqui a Portaria nº 29 completa


Para mais informações entre em contato com a equipe técnica pelos endereços eletrônicos:
[email protected]
[email protected]

Os descontos de todos os cultivos são calculados mensalmente pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgados pelo Ministério da Agricultura.

Com informações do Mapa.

Sai lista de produtos bonificados no Pronaf com validade até 9 de julho

da Redação

Os produtos com bônus de desconto nas operações e parcelas de crédito rural são: açaí (fruto), banana, cará/inhame, castanha de caju, manga e maracujá; os estados que integram a lista de junho são: Acre, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Santa Catarina e Sergipe

A lista publicada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) traz os 6 produtos e os 10 estados contemplados com bônus de desconto no pagamento das parcelas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). São itens que registraram queda de preço de mercado e terão descontos no momento de amortização ou liquidação do crédito.

A lista com os produtos e os estados contemplados pelo Programa de Garantia de Preços para Agricultura Familiar (PGPAF) vale para o período de 10 de junho a 9 de julho deste ano, conforme a Portaria Nº 24, da Secretaria de Política Agrícola.

Com base em pesquisa de preços de mercado efetuada pela Companhia Nacional de Abastecimento no mês passado, a CONAB, é publicada mensalmente a lista de produtos amparados pela Política de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) com direito a bônus do governo federal nas operações de crédito pelas instituições financeiras.

Na portaria de junho serão contemplados 6 produtos: açaí (fruto), banana, cará/inhame, castanha de caju, manga e maracujá. Os produtos que registraram queda de preço de mercado têm descontos no momento de amortização ou liquidação do crédito. Os estados que integram a lista deste mês são: Acre, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Santa Catarina e Sergipe

O recebimento de bônus do PGPAF ocorre quando o valor de mercado de algum dos produtos do programa fica abaixo do preço de referência, permitindo ao produtor utilizar o valor como desconto no pagamento ou amortização nas parcelas de financiamento no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Veja a Portaria Nº 24, da Secretaria de Política Agrícola

Para mais informações entre em contato com a equipe técnica pelos endereços eletrônicos: [email protected] ou [email protected]


Com informações do Mapa

Sai lista dos produtos com desconto no PRONAF até 9 de agosto

da Redação

A lista com os produtos e os estados contemplados tem validade de 10 de julho a 9 de agosto de 2020, conforme Portaria nº 23, da Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)

Com base em pesquisa de preços de mercado efetuada pela Companhia Nacional de Abastecimento no mês passado, a CONAB, foi publicada a lista de produtos amparados pela Política de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) com direito a bônus do governo federal no mês de julho nas operações de crédito pelas instituições financeiras.

Em julho serão contemplados 12 produtos: açaí, banana, borracha natural cultivada, cacau, castanha de caju, castanha-do-Brasil com casca, feijão caupi, leite de vaca, maracujá, mel de abelha, raiz de mandioca e tomate. Os produtos que registraram queda de preço de mercado terão descontos no momento de amortização ou liquidação do crédito.

Segundo o Mapa para os agricultores que têm operações de investimento sem um produto principal, que é a fonte de renda para pagamento do financiamento, há o bônus da cesta de produtos. Nesses casos, os descontos são calculados por meio de uma composição dos bônus do feijão, leite, mandioca e milho.

Os estados contemplados na lista deste mês são: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe.

O bônus é concedido sempre que o valor de mercado de algum dos produtos da PGPAF ficar abaixo do preço de garantia e deve ser utilizado como desconto para pagamento ou amortização de parcelas de financiamento no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o PRONAF.

Veja aqui a lista dos produtos:

Confira aqui a portaria

capa: Suino

Governo publica produtos da agricultura familiar com desconto

FONTE: MAPA
As culturas incluídas asseguram amortização no momento de pagar crédito obtido junto ao Pronaf
Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (8) a relação dos produtos e dos estados contemplados em junho pelo Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) com direito ao desconto a ser concedido a produtores nas operações de crédito junto às instituições financeiras. A relação prevista na Portaria 2.931 tem validade para o período de 10 de julho a 9 de agosto deste ano.
De acordo com a Coordenação Geral de Financiamento da Agricultura Familiar do Mapa, os produtos que tiveram queda no preço de mercado terão descontos no momento de amortização ou liquidação do crédito obtido junto ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). O desconto concedido é correspondente à diferença entre o preço de mercado e o de garantia.
“O desconto é aplicado pelo banco que operou o Pronaf sobre o valor do pagamento para os produtos da lista, garantindo que os agricultores tenham assegurado, no mínimo, o custo de produção para garantir o pagamento”, explica o coordenador José Henrique da Silva.
Os produtos considerados com bônus são açaí, babaçu (amêndoa), café arábica, cana de açúcar, feijão caupi, leite de vaca, maracujá, mel de abelha, raiz de mandioca e trigo. Para os agricultores que têm operações de investimento sem um produto principal, há uma cesta. Nesses casos, os descontos são calculados por meio de uma média ponderada do feijão, leite, mandioca e milho.
Confira abaixo os produtos, estados e os bônus:

Os estados que integram a lista deste mês são Acre, Amazonas, Tocantins, Ceará, Maranhão, Piauí, Paraná, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Santa Catarina, Bahia, Rio Grande do Norte e Minas Gerais
Algumas das culturas terão bônus acima de 50%, como é o caso do feijão caupi para agricultores do Mato Grosso. O produto, que tem preço de garantia de R$ 147,97, a saca de 60 kg, teve o preço de mercado no último mês registrado em R$ 72,75/ 60 kg, o que representa queda de 50,83%.
Os descontos de todos os cultivos são calculados mensalmente pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgados pela Secretaria de Agricultura Familiar do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
A tabela com os produtos que têm desconto, os estados e o bônus é publicada mensalmente no DOU.