VIVE LA +PECUÁRIA BRASIL: na mineira Lassance, vida longa a mais uma parceria da CONAFER para a melhor genética do campo

da Redação

O município de 7 mil habitantes do Norte de Minas, conhecido por ser o lugar onde o grande médico Carlos Chagas descobriu a doença que leva o seu nome, ganha agora mais uma contribuição da ciência. Com o +Pecuária Brasil chegando em Lassance, o maior programa de melhoramento genético da pecuária familiar brasileira, inaugura um novo tempo na pecuária lassancense. Vizinha dos municípios de Várzea da Palma, Augusto de Lima e Buenópolis, Lassance está a 270 km da capital Belo Horizonte. No lançamento do programa em transmissão online nesta sexta 11h, o prefeito Paulo Elias Rodrigues e o vice-presidente da CONAFER, Tiago Lopes, reafirmaram o acordo de cooperação técnica que vai levar milhares de doses de sêmen aos pequenos produtores da cidade, e que vão desenvolver ainda mais a bovinocultura familiar de uma região com tradição na agropecuária

Neste 5 de outubro foi oficializada a parceria CONAFER e Lassance para efetivar o programa +Pecuária Brasil no município. O +Pecuária tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de milhares de doses de sêmen aos agropecuaristas familiares lassancenses.

O programa de excelência reprodutiva de bovinos, surgiu da parceria entre a CONAFER e a líder mundial em inseminação artificial, a ALTA GENETICS, com os corpos técnicos das duas entidades entregando os insumos para os protocolos do sistema de IATF, a Inseminação Artificial em Tempo Fixo, além de realizar o treinamento de nivelamento dos técnicos de estados e municípios. À Lassance, caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

Lassance recebeu o +Pecuária Brasil em evento online nesta sexta-feira 5 de outubro

Em sua história, Lassance inicialmente era uma região cortada por tropeiros, ligando lugares distantes como Montes Claros, Sabarabussu (Sabará), Diamantina e Coração de Jesus. Em 1850, um tropeiro chamado Liberato Nunes de Azevedo construiu os primeiros ranchos às margens do Córrego Maria Grande, hoje Córrego São Gonçalo. Em 1907, surgem as primeiras fazendas dedicadas à agropecuária e à extração de látex em seringueiras e, com a chegada da estrada de ferro, o desenvolvimento local foi impulsionado.

Hoje, Lassance tem como atividades econômicas básicas a extração de quartzo e de sempre-vivas, ao lado do cultivo de café, mandioca, milho, fumo e arroz. Há também áreas de reflorestamento com eucalipto para a produção de carvão vegetal e pecuária de corte. Na questão do turismo, Lassance conta com a Área de Proteção Ambiental da Serra do Cabral. A área conta com circuito turístico com várias cachoeiras e preserva exemplares de vegetação do cerrado. A região do município ainda abrange os rios São Francisco e das Velhas.

Lançamento online do +PECUÁRIA em Lassance contou com participação popular na Câmara de Vereadores

O prefeito Paulo Elias Rodrigues valorizou a oportunidade de levar tecnologia de ponta aos pecuaristas lassancenses

O prefeito Paulo Elias iniciou a sua fala agradecendo a presença de todos os vereadores, técnicos da prefeitura e produtores. O prefeito destacou: “desde quando conheci a CONAFER e o programa +Pecuária, entendi que os seus benefícios se encaixariam perfeitamente na realidade do município. Entendi que esse programa foi criado sob medida para a nossa população rural, especialmente os nossos pequenos produtores. A gente está plantando uma semente, iniciando um trabalho que eu tenho certeza absoluta que será um trabalho que trará frutos, e frutos em abundância. Esse trabalho que a gente inicia hoje aqui, será um programa que daqui a 5, 10 anos, certamente mudará para melhor a nossa agricultura familiar.”

O vice-presidente da CONAFER, Tiago Lopes, agradeceu a oportunidade de levar mais um lançamento do +Pecuária Brasil, e destacou a coragem da gestão mesmo sabendo de todas as dificuldades assumiram esse compromisso. Tiago Lopes afirmou que “juntando tudo o que foi dito pelas autoridades de Lassance, o que o representante da Emater falou, e a coragem do prefeito Paulo Elias, de buscar esse projeto junto a CONAFER com transparência, será possível levar para Lassance este projeto inovador, deixando um legado para o desenvolvimento da pecuária familiar do norte mineiro.”

Vice-presidente da CONAFER, Tiago Lopes, representou a entidade no lançamento online

+PECUÁRIA BRASIL é o salto de qualidade da pecuária agrofamiliar brasileira

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos pecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de sêmens aos pequenos pecuaristas de estados e municípios, atingindo milhares de produtores em todo o território nacional.
Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados e municípios, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial.
Às secretarias de estado e municípios caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

Os benefícios do +Pecuária BrasilVantagens ao pecuarista

Vantagens ao pecuarista
A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro.
Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

Qualidade no rebanho
As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina.
O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

Lucro no negócio
Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor.
A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

Tecnologia na produção
A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção.
Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

Sustentabilidade no campo
O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura.
A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

Desenvolvimento para estados e municípios
O programa integra-se às políticas públicas de estados e municípios. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, o governo estadual tem a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

+PECUÁRIA BRASIL: lançado em Goianésia, o programa inédito de melhoramento genético chega nas terras de Goiás

da Redação

A CONAFER e a Secretaria de Agricultura de Goianésia selaram nesta terça-feira, 19 de outubro, um acordo de cooperação técnica para levar o +Pecuária Brasil aos pecuaristas do município e região. A cerimônia de lançamento ocorreu nesta tarde em live às 14h00. Participaram pela CONAFER, o vice-presidente Tiago Lopes, a coordenadora do +Pecuaria Amanda Soares, o coordenador técnico do programa Renato Guimarães, o gerente regional de vendas da ALTA GENETICS Márcio Delfino, Manoel Oliveira representando a Secretaria de Agricultura de Goianésia, e a secretária Josiene Ribeiro representando os produtores rurais da Cooper Familiar. Segundo dados da Pesquisa da Pecuária Municipal, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goianésia tem mais de 20 mil cabeças de gado de corte e leite. Agora com o +Pecuária, que surgiu da parceria entre a CONAFER e a líder mundial em inseminação artificial, a ALTA GENETICS, é possível ampliar esta perspectiva, pois o melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por produtos de alto valor agregado, sustentabilidade ambiental e fortalecimento de toda a cadeia produtiva da agropecuária familiar, gerando mais emprego e renda no campo

O rebanho bovino no Estado de Goiás é o segundo maior do Brasil contando com mais de 20 milhões de cabeças de gado de corte e leite. Com os pecuaristas agrofamiliares de Goianésia e região, que serão beneficiados ao longo de 4 anos pelo programa +Pecuária, com certeza haverá uma grande contribuição do pequenos produtores para aumentar estes números.

Live fez o lançamento do +Pecuária Brasil em Goianésia

Participaram pela CONAFER, o vice-presidente Tiago Lopes, a coordenadora do +Pecuaria Amanda Soares, o coordenador técnico do programa Renato Guimarães, o gerente regional de vendas da ALTA GENETICS Márcio Delfino, Manoel Oliveira representando a Secretaria de Agricultura de Goianésia, e a secretária Josiene Ribeiro representando os produtores rurais da Cooper Familiar

Agora com o +Pecuária Brasil, a agropecuária familiar goianesiense recebe um impulso importante, não apenas pelo aspecto de melhoria da qualidade dos plantéis e da produção dos rebanhos, como também pelo horizonte que se abre para todo o segmento agrofamiliar da região.

Saiba mais sobre o +Pecuária Brasil

+Pecuária Brasil é + vantagens ao pecuarista agrofamiliar

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+Pecuária Brasil é + qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+Pecuária Brasil é + lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+Pecuária Brasil é + tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+Pecuária Brasil é + sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+Pecuária Brasil é + desenvolvimento para os estados

O programa integra-se às políticas públicas dos estados. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, os governos estaduais têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

Assista ao vídeo abaixo:

+PECUÁRIA BRASIL NO MATO GROSSO DO SUL: evento online selou acordo para o lançamento do programa no Estado

da Redação

A TV CONAFER transmitiu no seu canal do Youtube, o evento online de lançamento da chegada do +Pecuária Brasil ao Mato Grosso do Sul, um dos maiores produtores de gado de corte e leite do país, e que por meio dos seus agricultores familiares agropecuaristas, passa a receber o programa que surgiu da parceria entre a CONAFER e a líder mundial em inseminação artificial, a ALTA GENETICS; o Mato Grosso do Sul é um dos principais celeiros agrícolas do mundo, com destaque na pecuária e agroindústria, pela quantidade e a qualidade do que é produzido. Pelo último censo de 2017, a principal atividade agrícola dos seus pequenos produtores é a agropecuária, com aproximadamente 50 mil estabelecimentos. Por sua dimensão territorial de 357 mil km², associada a uma baixa densidade demográfica com uma população de quase 2,7 milhões de habitantes, o Estado segue como uma das grandes fronteiras agrícolas do Brasil. É neste cenário de desenvolvimento que chega o +Pecuária Brasil para levar tecnologia de ponta e alavancar ainda mais o crescimento de toda a cadeia produtiva do segmento agropecuário sul-mato-grossense

Com a presença do vice-presidente da CONAFER, Tiago Lopes, da equipe técnica da Confederação criada para o +Pecuária, do secretário da Semagro, Jaime Elias Verruck, e do seu superintendente Rogério Beretta, do diretor-presidente da Agraer, André Nogueira Borges, de Guilherme Marquez, gerente de Leite da Alta Genetics, e dos convidados do canal, o + Pecuária foi lançado oficialmente no Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira 26 de julho.

Assim, a CONAFER e o Mato Grosso do Sul, selaram neste encontro a formalização do Acordo de Cooperação Técnica para implantação do + Pecuária, um grande salto de qualidade na agropecuária familiar sul-mato-grossense, que a partir de agora pode melhorar muito a qualidade genética dos rebanhos em suas pequenas propriedades. O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. Em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas hoje pela bovinocultura.

A CONAFER é uma entidade multidiversa e que apoia as culturas agroecológicas, com projetos para os homens e mulheres da lavoura, pescadores, ribeirinhos, extrativistas, camponeses, indígenas, quilombolas, artesãos. E com o inédito programa +Pecuária Brasil, ela contempla os agropecuaristas familiares de todo o país, envolvendo assim todas as categorias de agricultores familiares.
Por isso, o programa + Pecuária Brasil é uma grande oportunidade para os pequenos produtores do Mato Grosso do Sul, que terão apoio técnico e acompanhamento integrado entre a Semagro, Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, e a Agraer, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural.

Como funciona o programa +Pecuária Brasil, a melhor genética do campo

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos agropecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de 3 mil doses de sêmens anuais a cada estado brasileiro, 12 mil doses durante os próximos 4 anos, atingindo milhares de agropecuaristas familiares de todo o território nacional.

Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial. Às secretarias caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho, além da disponibilização do botijão de nitrogênio e manutenção do nitrogênio líquido.

+Pecuária Brasil é + vantagens ao pecuarista agrofamiliar

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+Pecuária Brasil é + qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+Pecuária Brasil é + lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+Pecuária Brasil é + tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+Pecuária Brasil é + sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+Pecuária Brasil é + desenvolvimento para os estados

O programa integra-se às políticas públicas dos estados. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, os governos estaduais têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

+PECUÁRIA BRASIL NO TOCANTINS: Estado mais novo da nação celebra o nascimento do programa inédito de melhoramento genético

TV CONAFER transmite no seu canal do Youtube, o evento online de lançamento da chegada do +Pecuária Brasil no Tocantins, um dos maiores produtores de gado de corte e leite da Região Norte, dono de um rebanho de 8 milhões de cabeças, e que por meio dos seus agricultores familiares agropecuaristas, abre as portas do seu grande território para receber o +Pecuária Brasil, o programa que surgiu da parceria entre a CONAFER e a líder mundial em inseminação artificial, a ALTA GENETICS; o melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental, pois é possível ter maior produção ocupando menor área, e de forma simultânea, fortalecer socioeconomicamente toda a cadeia produtiva da agropecuária bovina

O Estado do Tocantins, a CONAFER e a ALTA GENETICS, realizam neste encontro uma formalização do Acordo de Cooperação Técnica que é uma grande contribuição no salto de qualidade que a agropecuária familiar tocantinense tem buscado. E que agora pode melhorar muito a qualidade genética dos rebanhos das pequenas propriedades.

A CONAFER, em seu mais amplo espectro como Confederação, é uma entidade multidiversa, da variabilidade das culturas agroecológicas, dos projetos de apoio ao trabalho de homens e mulheres da lavoura, pescadores, ribeirinhos, extrativistas, camponeses, indígenas, quilombolas, artesãos. E com o inédito programa +Pecuária Brasil, ela contempla os agropecuaristas familiares de todo o país, envolvendo assim todas as categorias de agricultores familiares.
No TOCANTINS, o programa + Pecuária Brasil é uma grande oportunidade para os pequenos produtores do estado que terão apoio técnico e acompanhamento da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, a Seagro.

O estado mais novo do Brasil é um gigante em tamanho, com quase 278 mil km², superando em área, por exemplo, o estado de São Paulo com seus 248 mil km². Tem como limites a Bahia, a leste e sudeste; Piauí, a leste; Maranhão, a norte, nordeste e leste; Pará, a oeste e noroeste; Mato Grosso, a oeste e sudoeste; e Goiás, a sul; estando localizado a sudeste da Região Norte.

Este vasto território, porém, tem uma população muito pequena, comparando-se com qualquer outro estado brasileiro. São quase 1,8 milhão de pessoas, uma população menor que muitas cidades do país. Mas a região deste belo e rico estado, que até 32 anos atrás era o norte goiano, tem vocação para uma atividade econômica muito importante: a pecuária. Tocantins está entre os 3 maiores produtores de bovinos da Região Norte, tanto de corte, como de leite. É neste cenário de um enorme potencial de crescimento que chega o +Pecuária Brasil.

Conheça o Programa +Pecuária Brasil, a melhor genética do campo

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos agropecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de 3 mil doses de sêmens anuais a cada estado brasileiro, 12 mil doses durante os próximos 4 anos, atingindo milhares de agropecuaristas familiares de todo o território nacional.

Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial.

Às secretarias caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

Pecuária Brasil é + vantagens ao pecuarista agrofamiliar

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+Pecuária Brasil é + qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+Pecuária Brasil é + lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+Pecuária Brasil é + tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+Pecuária Brasil é + sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+Pecuária Brasil é + desenvolvimento para os estados

O programa integra-se às políticas públicas dos estados. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, os governos estaduais têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

Assista a transmissão do evento ao vivo

O +Pecuária Brasil é lançado com êxito no Maranhão

Nos dias 24 e 25 de junho de 2021, o Maranhão foi palco do lançamento de uma parceria histórica entre CONAFER, Alta Genetics e a Secretaria de Agricultura do Estado (SAGRIMA). Através de um Acordo de Cooperação Técnica, o +Pecuária chega às terras maranhenses para fortalecer o setor dos pequenos pecuaristas, melhorando geneticamente os animais e oferecendo assistência técnica aos produtores de rebanhos bovinos de corte e leite, assim favorecendo o produtor do campo com melhores condições para alavancar a renda e garantir produtos de qualidade. Pequenos agropecuaristas maranhenses esperam grande salto de qualidade no setor.

A Revolução Agropecuária Leiteira em Vila Nova dos Martírios 

Na quinta-feira, dia 24, o sol mal havia surgido no céu e a comitiva da CONAFER já estava saindo da cidade de Imperatriz rumo à Vila Nova dos Martírios, município onde aconteceria o primeiro dos lançamentos previstos para o estado. A comitiva era composta por Carlos Lopes, presidente da CONAFER, Alana Bezerra, chefe de gabinete da presidência, Amanda Soares, coordenadora do programa +Pecuária Brasil, Vinícius Ramos, presidente do Instituto Terra e Trabalho, Lucas Titon, secretário de comunicação da CONAFER, Márcio Delfino, gerente técnico da Alta Genetics e Carlos Vinícius, técnico-veterinário responsável pela coordenação das regiões norte e nordeste dentro do programa. 

Foram pouco mais de duas horas de viagem, passando por diversas plantações e pastagens, marcas de um estado que desenvolve a passos largos o seu setor produtivo agrofamiliar. Na entrada da cidade de quase 14 mil habitantes, representantes da SAGRIMA aguardavam a comitiva da CONAFER para que juntos fossem até a Fazenda Boa Vista, local escolhido para inauguração do programa na região. 

O lugar era bem grande, com produção de diversos animais como gado, porcos, galinhas e patos, além de belas plantações diversas. Os banners indicavam a magnitude do evento e a estrutura montada poderia facilmente comportar mais de 200 pessoas, mas por conta da pandemia da Covid-19, somente agricultores, pecuaristas e autoridades locais foram convidados, e aos poucos iam chegando para a grande inauguração, seguindo todos os protocolos de saúde. De longe era possível sentir o cheiro do churrasco de chão que estava sendo preparado para todos os participantes desfrutarem após as solenidades. 

O secretário de agricultura Sérgio Delmiro, junto de sua equipe, foi quem introduziu o presidente da CONAFER para todas as muitas autoridades presentes no lançamento, como o prefeito da cidade, Jorge Vieira; os secretários de agricultura Paulo da Madeira, de Vila Nova, e João Pedro, da Barra do Corda; diversos vereadores das cidades da região, como Cidelândia e São Francisco do Brejão; o presidente Raimundo Trajano, da principal cooperativa leiteira dos municípios, a COAFES; representantes de bancos, universidades e técnicos do programa Mais Assistência também estavam presentes. Menção especial ao Sr. Gerson, proprietário da Fazenda Boa Vista, que cedeu o espaço para sediar o evento. 

Leia também na Vila Nova

Depois de alguns momentos descontraídos de troca de experiências e boas conversas, o evento teve início, o apresentador chamou todos os que iam falar até o palco para que dirigissem algumas palavras ao público. 

O primeiro com a palavra foi Raimundo, presidente da COAFES, que agradeceu imensamente a ajuda do governo do estado para os trabalhos na região, em especial à SAGRIMA e ao fortalecimento da produção leiteira, uma das mais proeminentes de todo o estado do Maranhão. Logo após, João Pedro, o secretário de agricultura de Barra do Corda, representando o prefeito da cidade, reiterou a importância do programa +Pecuária Brasil para o estado, “nós estamos aqui nesse passo importante, em que o governo do estado, juntamente com os municípios e a iniciativa privada estão de braços juntos pra levar essa tecnologia inovadora até os nossos pequenos produtores, que sairão ganhando muito.”

Os vereadores Teté e Jardel, de Cidelândia e São Francisco do Brejão, respectivamente, também parabenizaram o governo do estado, a CONAFER e os municípios por essa grande parceria de beneficiamento genético para o rebanho leiteiro, cuja produção local tem grande destaque no estado. Além disso, também colocaram suas cidades à disposição para receber e aplicar o programa em uma escala menor. 

O Sr. Gerson, proprietário da fazenda, relembrou tempos antigos em que a dificuldade para produzir era enorme e o incentivo do poder público, mínimo. Por ter sentido na pele momentos de grandes empecilhos para melhoramento da produção, ele se emociona ao ver a seriedade e a competência da SAGRIMA e da CONAFER em estimular produções de maior qualidade, com maior valor agregado. 

Quando Carlos Vinicius pegou o microfone, ele enfatizou a importância da tecnologia dentro desse segmento e como é essencial sua disseminação para garantir melhores produções: “o Brasil hoje é o maior exportador de biotecnologia do mundo, e a gente fica um pouco triste porque essa tecnologia para muitos, acaba restrita para poucas pessoas. Nós acreditamos e queremos que essa tecnologia seja para todos.” Esse é um dos fatores que faz com que o +Pecuária Brasil tenha esse peso todo e essa ambição em ser o maior programa do gênero no país. 

Em seguida, o presidente da CONAFER, Carlos Lopes deu uma verdadeira aula sobre a produção agropecuária e como deveríamos trabalhar em parceria e coletividade, pois somos um segmento de produção, que alimenta o povo, e que deveria ter a melhor tecnologia e os melhores incentivos. “Não tem como fazer uma pecuária leiteira de lucro, que desenvolva, que sedimenta, se não fizer com as coisas corretas… pra trabalhar menos e ganhar mais, é com tecnologia. Nós trouxemos aqui como Confederação, a maior empresa do mundo em melhoramento genético, a Alta Genetics, ela atua em 91 países no mundo. Sabe pra que? Pra dizer pro Maranhão que nós trouxemos o de melhor, nós queremos o de melhor.”  Confira abaixo a fala completa do presidente. Após suas palavras de incentivo, o presidente Carlos Lopes foi ovacionado em pé, momento que ele aproveitou para anunciar a doação de 20 embriões de leite sexados para a região, para melhorar ainda mais a produção leiteira local. 

Márcio Delfino, representante da Alta Genetics, reforçou que a empresa está à disposição para trabalhar em prol do melhoramento dos rebanhos e do fortalecimento do setor, também, junto ao presidente Carlos Lopes, fez uma homenagem ao prefeito Jorge Vieira e ao secretário Sérgio Delmiro, entregando a eles a camiseta oficial do programa, um mascote de pelúcia do +Pecuária Brasil e um troféu de apoiador dos pequenos pecuaristas, que foram recebidos com grande honra pelos presenteados. 

O secretário da SAGRIMA, Sérgio Delmiro, agradeceu imensamente pelo reconhecimento de seu trabalho e falou um pouco sobre o lançamento do programa no estado, principalmente da parte de assistência técnica, parte do ACT pela qual a SAGRIMA ficou responsável. Sérgio contou aos presentes sobre o programa Mais Assistência, desenvolvido após muita luta, que serve para assessorar todas as cadeias produtivas no estado, em especial a de carne a do leite, que junto ao +Pecuária Brasil formam a parceria perfeita entre melhoramento genético e assistência rural, com técnicos capacitados em todo o estado. É através de ações assim que o estado do Maranhão vem cada vez mais se destacando como um grande produtor agropecuarista dentro do Brasil. 

Por fim, o prefeito Jorge Vieira também se pronunciou, primeiramente agradecendo pelos presentes e pela parceria tão frutífera que terá Vila Nova dos Martírios como localidade inicial de execução. Emocionado, ele contou que como filho de vaqueiro, aquele programa em sua cidade era uma conquista pessoal, que ele lutou muito para estar onde está, em uma posição de gestão onde ele possa estar trabalhando pelos produtores de sua região, e nas palavras dele “não é porque Vila Nova dos Martírios é um município pequeno de 14 mil habitantes, no rabo da gaita, na divisa com o Pará, que devemos pensar pequeno.” Nessa parceria da CONAFER com a SAGRIMA, nós pensamos grande e executaremos com igual grandeza. 

Após finalizadas as falas, todos puderam se deliciar com o churrasco de chão que estava atiçando o olfato e o paladar dos presentes. Em meio a risadas, garfadas, e conversas descontraídas, o prefeito Jorge Vieira, o presidente Carlos Lopes e o secretário Sérgio Delmiro fortaleceram ainda mais os laços entre eles e todos aqueles que eles representam, com promessas de trazer grande prosperidade para a região, a ser comprovada em um ano, quando retornarão para ver os resultados. 

Cidade de Zé Doca, referência nacional em rebanho de corte

Assista aqui ao vídeo

Depois de viajar quase nove horas, as comitivas da CONAFER e da SAGRIMA chegaram à cidade de Zé Doca no dia 25 de junho, sexta-feira. Logo após um almoço reforçado em um restaurante local, o grupo seguiu até a fazenda Fé em Deus Tirirical, onde os grandes banners do +Pecuária Brasil já estavam pendurados e mostrando o caminho. 

O local do evento era bem grande e as produções locais tinham um destaque a parte. A estrutura do evento foi muito bem montada, podendo comportar centenas de pessoas, mas levando em consideração os protocolos de saúde a capacidade foi reduzida. No palco, havia quase 30 cadeiras para comportar todas as diversas autoridades locais que vieram prestigiar o lançamento desse grande programa no município. 

Não passou muito tempo até que Carlos Lopes e Sérgio Delmiro conversassem com diversos vereadores, secretários municipais, prefeitos, contando detalhes do +Pecuária e traçando estratégias para expansão regional da iniciativa, visando sempre o fortalecimento do produtor, lá na ponta. Como a região acabou de receber um dos mais modernos matadouros do estado, o programa de melhoramento genético caiu como uma luva para o crescimento mútuo de ambos os projetos. Depois de um bom tempo de conversas e fortalecimento dos laços, o apresentador chamou a todos os presentes para prestigiar o início das solenidades. 

Todas as autoridades foram chamadas, uma a uma, para se sentarem nas cadeiras em cima do palco. Logo que todas as cadeiras foram preenchidas, os presentes cantaram o hino nacional e ouviram um sermão rápido do pastor, abençoando aquele evento. Vídeos institucionais da CONAFER, do +Pecuária Brasil e da Prefeitura de Zé Doca foram exibidos ao público, que aplaudiu em pé as ações desenvolvidas. 

O primeiro com a palavra foi o secretário de agricultura de Zé Doca, André Solteiro, que discorreu sobre a incrível parceria da CONAFER com a SAGRIMA, e como ele se sentia privilegiado que seu trabalho tivesse sido reconhecido a tal ponto da cidade ser escolhida para o lançamento do programa no que diz respeito ao melhoramento da cadeia de produção da carne, complementando com a atividade do recém-inaugurado matadouro. Ele agradeceu a todos os presentes e se prontificou a trabalhar muito para que o programa seja executado de forma exímia no município. 

Logo em seguida, Carlos Vinicius reafirmou o compromisso do programa com a biotecnologia, visando o melhoramento das produções, mas ressaltou que nenhuma tecnologia se mantém sem assistência técnica, e por isso é tão importante o programa Mais Assistência da SAGRIMA, que será a garantia da execução e funcionamento adequados do programa +Pecuária Brasil. 

A prefeita Cristiane Varão, da cidade de Bom Jardim, gestão parceira da prefeitura de Zé Doca, fez uma fala de muito agradecimento a todos os envolvidos, por estarem trabalhando em prol de um segmento produtivo tão importante para a região, além disso também colocou a cidade de Bom Jardim à disposição para futuras parcerias e assinaturas de ACT’s para fortalecer o setor agrofamiliar maranhense. 

“Esse programa vem para fixar a rentabilidade, o recurso, junto ao produtor rural”, foi com essa declaração que Márcio Delfino inicia sua fala para os presentes, reforçando sempre que o programa +Pecuária Brasil, em parceria com a empresa que ele representa, a Alta Genetics, só existe para que se possa trazer o melhor para o pequeno produtor rural, para que sua produção tenha mais valor e a rentabilidade do trabalho seja exponencial, trazendo mais lucro, mas utilizando o mesmo espaço já existente. 

Depois, quem tomou a palavra foi Simar, vereador de Zé Doca, representando todos os vereadores da cidade e das cidades vizinhas ali presentes. Ele agradeceu a Deus, à CONAFER, à SAGRIMA e à prefeitura por esse grande programa que está chegando ao município em prol dos pequenos pecuaristas, ele relembra que em governos anteriores o incentivo para o setor agrofamiliar era mínimo, mas que com muito esforço e luta, esse quadro está se revertendo.

Em seguida, o presidente Carlos Lopes fez uma belíssima fala, explicando em detalhes o programa e deixando bem claro que nem a CONAFER nem a SAGRIMA chegaram até ali para salvar a vida de ninguém, que não existia construir algo sem que fosse em coletividade, um trabalho de todos. “A mudança desse país se faz é com nós, que todo dia quando acorda resolve trabalhar, seja homem ou mulher, jovem ou ancião. Se não for assim, eu gostaria de fazer uma pergunta pra vocês aqui: O que nos trouxe aqui? O que fez o presidente da Confederação descer de Brasília e falar que trouxe a maior empresa do mundo de melhoramento genético, se não fosse ser parceiro nessa intenção, nesse compromisso, fazer 160 mil cabeças ter o valor per capita de 1 milhão de cabeças.” Ao finalizar, agradeceu a todos, em especial ao deputado Josimar do Maranhãozinho que foi o grande responsável por unir as pontas dessa parceria, e aproveitou para presentear a prefeita Josinha com o prêmio do +Pecuária Brasil de incentivo ao pequeno produtor. 

O secretário Sérgio Delmiro aproveitou o gancho do presidente Carlos Lopes e falou sobre o programa no estado e também anunciou que em breve uma nova iniciativa estará chegando ao estado, em parceria com a CONAFER, o Mais Agricultura Brasil, que está sendo construído junto aos técnicos do Mais Assistência para se implementado no estado. Também anunciou a todos que a CONAFER vai fazer a doação de embriões sexados para o município, ajudando ainda mais no melhoramento do rebanho de corte. 

Para finalizar o grande lançamento, a prefeita de Zé Doca, Josinha Cunha, pegou o microfone e agradeceu a todos os por escolher sua cidade como palco desse grande programa, que irá revolucionar a agropecuária maranhense. Ela reforçou o compromisso da gestão com os produtores, agricultores, pecuaristas e afirmou que em um ano fará uma grande exposição para mostrar os novos bezerros já melhorados geneticamente. Além de Vila Nova dos Martírios e Zé Doca, também serão contemplados os municípios de São Francisco do Brejão, Cidelândia, João Lisboa, Imperatriz, Açailândia, Amarante do Maranhão, Santa Luzia, Grajaú, Bom Jardim, Buriticupu e Barra do Corda. Os produtores terão apoio técnico e acompanhamento pela Sagrima e municípios; as doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER.

Os dois dias de lançamento só confirmaram o que todos os envolvidos já suspeitavam, que o +Pecuária Brasil é um sucesso gigantesco e que veio para transformar a vida dos pequenos produtores maranhenses. Que terão melhores rebanhos e lucratividade. O próximo ano será de muito trabalho, e quando os primeiros resultados forem surgindo, vamos mostrar ao Brasil todo a dimensão desse grande programa!

Leia também a notícia da Sagrima 

Leia também a notícia da Fundepec

Espaço CONAFER participa do lançamento do PAA em Roraima

Serão beneficiados 1,2 mil agricultores familiares e 185 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social com a compra de 3,1 mil toneladas de alimentos pelo Programa de Aquisição de Alimentos do governo federal


Da esquerda para a direita, Márcio Andrade, responsável pelo Escoamento e Produção do Espaço Roraima, Antônio Denarium, governador de Roraima, Maria Socorro, Chefe de Divisão de Cooperação Técnica e Evandro Pereira, Coordenador Espaço Roraima

O coordenador do Espaço CONAFER em Roraima, Evandro da Silva Pereira, e o diretor de Produção e Escoamento, Márcio Andrade, representaram a entidade no lançamento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na sede do governo estadual, o Palácio Senador Hélio Campos. Na ocasião, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, anunciou que serão destinados R$ 5,2 milhões para a agricultura familiar no estado.

Segundo o governador Antonio Denarium, em 2019 o programa de Roraima recebeu R$ 1,5 milhões. O PAA compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, para destiná-los a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional. “Precisamos fortalecer a agricultura familiar, ainda mais neste momento de pandemia, em que muitos enfrentam dificuldades”, ressaltou o governador.

De acordo com o secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Emerson Baú, os agricultores do estado já podem apresentar seus produtos às Casas dos Produtores Rurais, responsáveis pela destinação dos alimentos. Os novos recursos já estão disponíveis. “Hoje foi o protocolado, mas o ministério da Cidadania já tinha liberado para a gente fazer a operação”, afirmou.

A CONAFER além de estar presente no lançamento do PAA, na chamada Pública em Roraima, também entregou um documento com reivindicações do setor da pesca ao ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni

O novo pacote de investimentos vai impactar positivamente nas vidas dos agricultores familiares do estado. Recursos do governo local e de emendas parlamentares estão beneficiando, entre outras ações, o fomento à produção de agricultores e de apicultores – somente no ano passado, foram exportadas 65 toneladas de mel para a Alemanha; este ano, já há mais 20 toneladas prontas para exportação.

Também estão sendo revistos os preços praticados pelo PAA e foi solicitada a inclusão da Região Norte no PAA Leite, que atualmente é uma política específica para o Nordeste. Onyx Lorenzoni indicou que a questão está sendo estudada em Brasília.