VIVE LA +PECUÁRIA BRASIL: na mineira Lassance, vida longa a mais uma parceria da CONAFER para a melhor genética do campo

da Redação

O município de 7 mil habitantes do Norte de Minas, conhecido por ser o lugar onde o grande médico Carlos Chagas descobriu a doença que leva o seu nome, ganha agora mais uma contribuição da ciência. Com o +Pecuária Brasil chegando em Lassance, o maior programa de melhoramento genético da pecuária familiar brasileira, inaugura um novo tempo na pecuária lassancense. Vizinha dos municípios de Várzea da Palma, Augusto de Lima e Buenópolis, Lassance está a 270 km da capital Belo Horizonte. No lançamento do programa em transmissão online nesta sexta 11h, o prefeito Paulo Elias Rodrigues e o vice-presidente da CONAFER, Tiago Lopes, reafirmaram o acordo de cooperação técnica que vai levar milhares de doses de sêmen aos pequenos produtores da cidade, e que vão desenvolver ainda mais a bovinocultura familiar de uma região com tradição na agropecuária

Neste 5 de outubro foi oficializada a parceria CONAFER e Lassance para efetivar o programa +Pecuária Brasil no município. O +Pecuária tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de milhares de doses de sêmen aos agropecuaristas familiares lassancenses.

O programa de excelência reprodutiva de bovinos, surgiu da parceria entre a CONAFER e a líder mundial em inseminação artificial, a ALTA GENETICS, com os corpos técnicos das duas entidades entregando os insumos para os protocolos do sistema de IATF, a Inseminação Artificial em Tempo Fixo, além de realizar o treinamento de nivelamento dos técnicos de estados e municípios. À Lassance, caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

Lassance recebeu o +Pecuária Brasil em evento online nesta sexta-feira 5 de outubro

Em sua história, Lassance inicialmente era uma região cortada por tropeiros, ligando lugares distantes como Montes Claros, Sabarabussu (Sabará), Diamantina e Coração de Jesus. Em 1850, um tropeiro chamado Liberato Nunes de Azevedo construiu os primeiros ranchos às margens do Córrego Maria Grande, hoje Córrego São Gonçalo. Em 1907, surgem as primeiras fazendas dedicadas à agropecuária e à extração de látex em seringueiras e, com a chegada da estrada de ferro, o desenvolvimento local foi impulsionado.

Hoje, Lassance tem como atividades econômicas básicas a extração de quartzo e de sempre-vivas, ao lado do cultivo de café, mandioca, milho, fumo e arroz. Há também áreas de reflorestamento com eucalipto para a produção de carvão vegetal e pecuária de corte. Na questão do turismo, Lassance conta com a Área de Proteção Ambiental da Serra do Cabral. A área conta com circuito turístico com várias cachoeiras e preserva exemplares de vegetação do cerrado. A região do município ainda abrange os rios São Francisco e das Velhas.

Lançamento online do +PECUÁRIA em Lassance contou com participação popular na Câmara de Vereadores

O prefeito Paulo Elias Rodrigues valorizou a oportunidade de levar tecnologia de ponta aos pecuaristas lassancenses

O prefeito Paulo Elias iniciou a sua fala agradecendo a presença de todos os vereadores, técnicos da prefeitura e produtores. O prefeito destacou: “desde quando conheci a CONAFER e o programa +Pecuária, entendi que os seus benefícios se encaixariam perfeitamente na realidade do município. Entendi que esse programa foi criado sob medida para a nossa população rural, especialmente os nossos pequenos produtores. A gente está plantando uma semente, iniciando um trabalho que eu tenho certeza absoluta que será um trabalho que trará frutos, e frutos em abundância. Esse trabalho que a gente inicia hoje aqui, será um programa que daqui a 5, 10 anos, certamente mudará para melhor a nossa agricultura familiar.”

O vice-presidente da CONAFER, Tiago Lopes, agradeceu a oportunidade de levar mais um lançamento do +Pecuária Brasil, e destacou a coragem da gestão mesmo sabendo de todas as dificuldades assumiram esse compromisso. Tiago Lopes afirmou que “juntando tudo o que foi dito pelas autoridades de Lassance, o que o representante da Emater falou, e a coragem do prefeito Paulo Elias, de buscar esse projeto junto a CONAFER com transparência, será possível levar para Lassance este projeto inovador, deixando um legado para o desenvolvimento da pecuária familiar do norte mineiro.”

Vice-presidente da CONAFER, Tiago Lopes, representou a entidade no lançamento online

+PECUÁRIA BRASIL é o salto de qualidade da pecuária agrofamiliar brasileira

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos pecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de sêmens aos pequenos pecuaristas de estados e municípios, atingindo milhares de produtores em todo o território nacional.
Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados e municípios, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial.
Às secretarias de estado e municípios caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

Os benefícios do +Pecuária BrasilVantagens ao pecuarista

Vantagens ao pecuarista
A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro.
Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

Qualidade no rebanho
As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina.
O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

Lucro no negócio
Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor.
A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

Tecnologia na produção
A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção.
Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

Sustentabilidade no campo
O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura.
A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

Desenvolvimento para estados e municípios
O programa integra-se às políticas públicas de estados e municípios. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, o governo estadual tem a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

+PECUÁRIA BRASIL: 3ª edição da PecShow em Tocantins tem participação da CONAFER

da Redação

Em um dos eventos da pecuária mais importantes do país, a PecShow, que se realiza em Palmas, capital do Tocantins, o coordenador técnico do +Pecuária para o Norte e Nordeste, Carlos Schumaker, é um dos convidados para debater as vantagens da tecnologia de melhoramento genético, além de falar dos primeiros resultados do programa inédito de inseminação artificial que nasceu da parceria entre a CONAFER e a ALTA GENETICS, o +Pecuária Brasil, que dia após dia avança por todo o país. A PecShow, Feira de Exposição e Vendas de Touros vai até este sábado 30 de outubro com a participação de expositores, técnicos, acadêmicos e pecuaristas. Além da exposição de bovinos das raças Nelore, Senepol e Bosmara, a feira comercializa veículos, tratores, implementos agrícolas e insumos, e ainda realiza oficinas, rodas de conversas, dinâmicas e palestras

A nossa Confederação se faz presente até amanhã no maior evento técnico do setor pecuarista tocantinense. Tocantins foi um dos primeiros estados a firmar um do Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER para levar o programa + Pecuária aos pequenos produtores, com total apoio técnico e acompanhamento da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, a Seagro.

Para Carlos Shumaker, um dos coordenadores técnicos do +Pecuária, “estar presente neste evento, que é uma referência técnica do melhoramento genético do nosso país, é uma grande valorização do programa da CONAFER, o maior programa de difusão de material genético superior para o produtor familiar brasileiro. É mais uma confirmação de que estamos no caminho certo para levar tecnologia de ponta direto para o produtor.”

Carlos Shumaker, coordenador técnico do +Pecuária para o Norte e Nordeste, representa a CONAFER no PecShow em Tocantins

Feira PecShow tem foco em genética e tecnologia

A PecShow apresenta um grande número de animais selecionados geneticamente, e acontece no Parque Agrotecnológico de Palmas. Ela é voltada para o segmento pecuarista e tem como objetivo promover a melhora da qualidade dos rebanhos por meio da melhoria genética e da transferência de tecnologia no território do Tocantins.

Já em sua 3ª edição, além do ambiente de negócios e dinâmicas, a feira vai sediar a Vitrine PecShow, organizado pelo Vitrine Pecuária, onde serão comercializados presencialmente gado P.O de corte e leite, equinos e ovinos e virtualmente gado comercial, com mais de mil animais.

Sobre o mercado pecuarista tocantinense, a carne e os derivados bovinos chegam a todas as regiões brasileiras e são exportados a mais de 20 países, especialmente Europa e Ásia. “Nos primeiros 4 meses de 2021 foram R$ 499.783,40 milhões em carne exportada, representando 17% da exportação do Estado (MDIC). Com um rebanho com mais de 9 milhões de cabeça os produtores têm investido em tecnologias de melhoramento genético, buscando sempre excelência em produtividade e mostrando assim a tendência de expansão e o grande potencial para a economia do Estado”, explicou o secretário Jaime Café, responsável pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, a Seagro, órgão organizador da PecShow.

Conheça o Programa +Pecuária Brasil, a melhor genética do campo

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos agropecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de 3 mil doses de sêmens anuais a cada estado brasileiro, 12 mil doses durante os próximos 4 anos, atingindo milhares de agropecuaristas familiares de todo o território nacional.

Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial.

Às secretarias caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

+Pecuária Brasil é + vantagens ao pecuarista agrofamiliar

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+Pecuária Brasil é + qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+Pecuária Brasil é + lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+Pecuária Brasil é + tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+Pecuária Brasil é + sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+Pecuária Brasil é + desenvolvimento para os estados

O programa integra-se às políticas públicas dos estados. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, os governos estaduais têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

+PECUÁRIA BRASIL: lançado em Quixeramobim, o programa inédito de melhoramento genético atingirá 11 municípios do Ceará

da Redação

A CONAFER e a SDA, Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará, assinaram nesta quinta-feira, 14 de outubro, um acordo de cooperação técnica que envolve 11 municípios para distribuição de 3 mil doses de sêmen pelo programa +Pecuária Brasil. A cerimônia de lançamento ocorreu na manhã de ontem, quinta-feira 14 de outubro, em Quixeramobim, município a 250 km da capital Fortaleza. Além dos pecuaristas agrofamiliares quixeramobimenses, também serão beneficiados os pequenos produtores de Iguatu, Quixelô, Quixeramobim, Deputado Irapuan Pinheiro, Solonópole, Quiterianópolis, Jucás, Jaguaretama, Jaguaribe, Novo Oriente e Iracema. O rebanho bovino no Ceará somava 2,5 milhões de cabeças até 2020, segundo dados da Pesquisa da Pecuária Municipal, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agora com o +Pecuária, que surgiu da parceria entre a CONAFER e a líder mundial em inseminação artificial, a ALTA GENETICS, é possível ampliar esta perspectiva, pois o melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por produtos de alto valor agregado, sustentabilidade ambiental e fortalecimento de toda a cadeia produtiva da agropecuária familiar, gerando mais emprego e renda no campo

O governo do estado e os pecuaristas agrofamiliares cearenses, que serão beneficiados ao longo de 4 anos pelo programa, receberam com muita alegria a chegada do +Pecuária, o maior programa de melhoramento genético da agricultura familiar brasileira. O rebanho bovino no Ceará, em 2019, registrou recorde na série histórica de produção leiteira, com quase 800 milhões de litros. Em 2020 houve aumento na produtividade do plantel e de crescimento e diversificação da indústria de laticínios, o que fortaleceu ainda mais a cadeia produtiva da pecuária bovina no Estado. É neste cenário de crescimento e apoio do governo cearense às iniciativas voltadas aos pequenos pecuaristas, que o +Pecuária Brasil chega ao Estado.

Lançamento do +Pecuária ocorreu na Fazenda Normal, fazenda modelo de estudos tecnológicos da Ematerce

Sede da Ematerce em Quixeramobim – CE

Considerada um dos principais patrimônios do Estado e de estudos tecnológicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), a Fazenda Normal tem ações de pesquisa em uma unidade rural transformada em um Centro de Convivência com o Semiárido. Além de especialistas e técnicos, estudantes universitários difundem técnicas e desenvolvem práticas de campo, tanto na área da agricultura quanto da pecuária.
A Fazenda Normal, localizada no município de Quixeramobim, ocupa uma área de 1.507 hectares, e conta com total infraestrutura para os pesquisadores e aprendizes poderem permanecer por um maior período no campo de pesquisas e estudos.

Em pé ao microfone, Amanda Soares, uma das coordenadoras do +Pecuária Brasil. Na mesa: Antônio Amorim, presidente da Ematerce; a prefeita de Quiterianópolis, Priscilla Barreto; Carlos Bezerra, secretário Executivo do Desenvolvimento Agrário; o prefeito de Quixeramobim, Cirilo Antônio Pimenta Lima; Ricardo Silveira, prefeito de Quixada e o prefeito de Jucás, Édson Riva Cunha

A bovinocultura leiteira é uma das poucas atividades que são viáveis de cultivo em sequeiro no Ceará, isto é, que depende apenas de chuva. Além disso, ela estabelece uma renda contínua pelas excelentes condições da cadeia produtiva cearense. Por isso, a produção pode aumentar que o mercado consumidor vai absorver. O melhoramento genético já chegou ao Estado, mas desta forma, levando o sêmen diretamente ao pequeno produtor durante 4 anos, é algo inédito e muito bem-vindo. Uma característica climática ajuda no desenvolvimento dos rebanhos do Ceará: a temperatura é adequada tanto para a criação de gado leiteiro como para a engorda do animal destinado para corte. Dos dez maiores produtores de leite no Brasil, três estão no Ceará.

Sobre o desenvolvimento do setor no Estado, o governo cearense tem buscado iniciativas para valorizar os produtos lácteos, impulsionar a indústria e ao mesmo tempo acompanhar o produtor no campo: melhoramento genético do rebanho, gerenciamento das propriedades rurais, da qualidade do leite, da formação de reserva alimentar para o gado.

Agora com o +Pecuária, a agropecuária familiar cearense recebe mais um impulso importante, não apenas pelo aspecto de melhoria da qualidade dos plantéis, como também pelo horizonte que se abre para todo o segmento agrofamiliar.

O presidente Carlos Lopes, parabenizou toda a Equipe da CONAFER, “em especial aos coordenadores e responsáveis pela efetivação do + Pecuária Brasil, pelos produtores cearenses estarem mais confiantes e felizes com este lançamento. Estaremos proporcionando tecnologia e melhoramento na cadeia produtiva da pecuária brasileira, todos juntos e ao mesmo tempo”.

Saiba mais sobre o +Pecuária Brasil

+Pecuária Brasil é + vantagens ao pecuarista agrofamiliar

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+Pecuária Brasil é + qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+Pecuária Brasil é + lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+Pecuária Brasil é + tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+Pecuária Brasil é + sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+Pecuária Brasil é + desenvolvimento para os estados

O programa integra-se às políticas públicas dos estados. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, os governos estaduais têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

Com informações da TrendsCE.