+PECUÁRIA BRASIL: 3ª edição da PecShow em Tocantins tem participação da CONAFER

da Redação

Em um dos eventos da pecuária mais importantes do país, a PecShow, que se realiza em Palmas, capital do Tocantins, o coordenador técnico do +Pecuária para o Norte e Nordeste, Carlos Schumaker, é um dos convidados para debater as vantagens da tecnologia de melhoramento genético, além de falar dos primeiros resultados do programa inédito de inseminação artificial que nasceu da parceria entre a CONAFER e a ALTA GENETICS, o +Pecuária Brasil, que dia após dia avança por todo o país. A PecShow, Feira de Exposição e Vendas de Touros vai até este sábado 30 de outubro com a participação de expositores, técnicos, acadêmicos e pecuaristas. Além da exposição de bovinos das raças Nelore, Senepol e Bosmara, a feira comercializa veículos, tratores, implementos agrícolas e insumos, e ainda realiza oficinas, rodas de conversas, dinâmicas e palestras

A nossa Confederação se faz presente até amanhã no maior evento técnico do setor pecuarista tocantinense. Tocantins foi um dos primeiros estados a firmar um do Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER para levar o programa + Pecuária aos pequenos produtores, com total apoio técnico e acompanhamento da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, a Seagro.

Para Carlos Shumaker, um dos coordenadores técnicos do +Pecuária, “estar presente neste evento, que é uma referência técnica do melhoramento genético do nosso país, é uma grande valorização do programa da CONAFER, o maior programa de difusão de material genético superior para o produtor familiar brasileiro. É mais uma confirmação de que estamos no caminho certo para levar tecnologia de ponta direto para o produtor.”

Carlos Shumaker, coordenador técnico do +Pecuária para o Norte e Nordeste, representa a CONAFER no PecShow em Tocantins

Feira PecShow tem foco em genética e tecnologia

A PecShow apresenta um grande número de animais selecionados geneticamente, e acontece no Parque Agrotecnológico de Palmas. Ela é voltada para o segmento pecuarista e tem como objetivo promover a melhora da qualidade dos rebanhos por meio da melhoria genética e da transferência de tecnologia no território do Tocantins.

Já em sua 3ª edição, além do ambiente de negócios e dinâmicas, a feira vai sediar a Vitrine PecShow, organizado pelo Vitrine Pecuária, onde serão comercializados presencialmente gado P.O de corte e leite, equinos e ovinos e virtualmente gado comercial, com mais de mil animais.

Sobre o mercado pecuarista tocantinense, a carne e os derivados bovinos chegam a todas as regiões brasileiras e são exportados a mais de 20 países, especialmente Europa e Ásia. “Nos primeiros 4 meses de 2021 foram R$ 499.783,40 milhões em carne exportada, representando 17% da exportação do Estado (MDIC). Com um rebanho com mais de 9 milhões de cabeça os produtores têm investido em tecnologias de melhoramento genético, buscando sempre excelência em produtividade e mostrando assim a tendência de expansão e o grande potencial para a economia do Estado”, explicou o secretário Jaime Café, responsável pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, a Seagro, órgão organizador da PecShow.

Conheça o Programa +Pecuária Brasil, a melhor genética do campo

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos agropecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de 3 mil doses de sêmens anuais a cada estado brasileiro, 12 mil doses durante os próximos 4 anos, atingindo milhares de agropecuaristas familiares de todo o território nacional.

Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial.

Às secretarias caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

+Pecuária Brasil é + vantagens ao pecuarista agrofamiliar

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+Pecuária Brasil é + qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+Pecuária Brasil é + lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+Pecuária Brasil é + tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+Pecuária Brasil é + sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+Pecuária Brasil é + desenvolvimento para os estados

O programa integra-se às políticas públicas dos estados. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, os governos estaduais têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

+PECUÁRIA BRASIL: treinadores vão a campo em Roraima, Maranhão e Tocantins preparar as primeiras inseminações

da Redação

Depois de Roraima inaugurar o +Pecuária ao realizar o primeiro, e também histórico treinamento, entre 27 e 30 de julho de 2021, com os técnicos responsáveis pela implantação dos protocolos de IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo), a biotecnologia reprodutiva que utiliza hormônios para sincronizar e pré-determinar a inseminação, chegou a vez do Maranhão e Tocantins realizarem os seus treinamentos. Participaram os secretários de agricultura, técnicos e veterinários destes estados e municípios, todos acompanhando as explicações e orientações dos treinadores da ALTA GENETICS, que juntos dos técnicos da CONAFER, deram os primeiros passos na efetivação do programa para levar a tecnologia na ponta, diretamente aos produtores rurais, fundamental para o +Pecuária seguir avançando pelo país

A exemplo de Roraima, quando técnicos e diretores acompanharam as primeiras ações do +Pecuária junto com o secretário Aluízio Nascimento, da Seapa, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no Maranhão e Tocantins, também participaram do treinamento com representantes da ALTA GENETICS e da CONAFER, diretores e técnicos, além do secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca do Maranhão, Sérgio Delmiro, e no Tocantins, da gerente de Pecuária, Mara Luce Borges Leal. Todos sob a coordenação de Renato Telles, treinador da ALTA GENETICS.

Carlos Schumaker, coordenador técnico da CONAFER do +Pecuária para o Norte e Nordeste, falou sobre o andamento do programa e os primeiros treinamentos: “o programa está a todo vapor. Já fizemos treinamento em Roraima, Maranhão, Tocantins, estamos aguardando lançamento do Pará, e no Nordeste, muitos estados já assinaram. Na próxima semana, dia 3 de setembro, a gente já vai iniciar o protocolo numa propriedade, é dentro de uma comunidade indígena em Roraima, semana que vem já vai ocorrer a inseminação, e eu vou acompanhar o processo, então a gente vai dar o start.”

Carlos Schumaker, coordenador técnico da CONAFER do +Pecuária para o Norte e Nordeste.

Segundo Schumaker, “a ideia é ter uma equipe multidisciplinar, por isso contamos aqui na região Norte e Nordeste com 4 profissionais, três veterinários e uma zootecnista para dar suporte técnico, porque a gente tem percebido que o programa, além do benefício direto de melhorar geneticamente os rebanhos dos pequenos produtores, também auxilia na qualificação técnica deles, pois identificamos algumas carências técnicas e o nosso presidente determinou que a gente faça esse start e acompanhe, porque o sucesso do programa depende disso, e o programa é CONAFER, então a gente precisa ser muito assertivo.”

Ainda no entender de Schumaker, “existem as parcerias, porém a gente tem que liderar o processo. Então, quando a gente observa um gargalo, alguma coisa que pode atrasar o processo, a gente toma a frente, ajudando os técnicos do estado que vão fazer a execução. Mesmo que algumas dificuldades apareçam, é apenas com esteapoio e o treinamento da ALTA GENETICS que a gente vai dar o start nos processos.”

+PECUÁRIA BRASIL é o salto de qualidade da pecuária agrofamiliar brasileira

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos pecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de sêmens aos pequenos pecuaristas de estados e municípios, atingindo milhares de produtores em todo o território nacional.

Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados e municípios, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial.

Às secretarias de estado e municípios caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

Os benefícios do +Pecuária Brasil

+ Vantagens ao pecuarista

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro.

Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+ Qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina.

O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+ Lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor.

A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+ Tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção.

Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+ Sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura.

A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+ Desenvolvimento para estados e municípios

O programa integra-se às políticas públicas de estados e municípios. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, o governo estadual tem a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

+PECUÁRIA BRASIL NO TOCANTINS: Estado mais novo da nação celebra o nascimento do programa inédito de melhoramento genético

TV CONAFER transmite no seu canal do Youtube, o evento online de lançamento da chegada do +Pecuária Brasil no Tocantins, um dos maiores produtores de gado de corte e leite da Região Norte, dono de um rebanho de 8 milhões de cabeças, e que por meio dos seus agricultores familiares agropecuaristas, abre as portas do seu grande território para receber o +Pecuária Brasil, o programa que surgiu da parceria entre a CONAFER e a líder mundial em inseminação artificial, a ALTA GENETICS; o melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental, pois é possível ter maior produção ocupando menor área, e de forma simultânea, fortalecer socioeconomicamente toda a cadeia produtiva da agropecuária bovina

O Estado do Tocantins, a CONAFER e a ALTA GENETICS, realizam neste encontro uma formalização do Acordo de Cooperação Técnica que é uma grande contribuição no salto de qualidade que a agropecuária familiar tocantinense tem buscado. E que agora pode melhorar muito a qualidade genética dos rebanhos das pequenas propriedades.

A CONAFER, em seu mais amplo espectro como Confederação, é uma entidade multidiversa, da variabilidade das culturas agroecológicas, dos projetos de apoio ao trabalho de homens e mulheres da lavoura, pescadores, ribeirinhos, extrativistas, camponeses, indígenas, quilombolas, artesãos. E com o inédito programa +Pecuária Brasil, ela contempla os agropecuaristas familiares de todo o país, envolvendo assim todas as categorias de agricultores familiares.
No TOCANTINS, o programa + Pecuária Brasil é uma grande oportunidade para os pequenos produtores do estado que terão apoio técnico e acompanhamento da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, a Seagro.

O estado mais novo do Brasil é um gigante em tamanho, com quase 278 mil km², superando em área, por exemplo, o estado de São Paulo com seus 248 mil km². Tem como limites a Bahia, a leste e sudeste; Piauí, a leste; Maranhão, a norte, nordeste e leste; Pará, a oeste e noroeste; Mato Grosso, a oeste e sudoeste; e Goiás, a sul; estando localizado a sudeste da Região Norte.

Este vasto território, porém, tem uma população muito pequena, comparando-se com qualquer outro estado brasileiro. São quase 1,8 milhão de pessoas, uma população menor que muitas cidades do país. Mas a região deste belo e rico estado, que até 32 anos atrás era o norte goiano, tem vocação para uma atividade econômica muito importante: a pecuária. Tocantins está entre os 3 maiores produtores de bovinos da Região Norte, tanto de corte, como de leite. É neste cenário de um enorme potencial de crescimento que chega o +Pecuária Brasil.

Conheça o Programa +Pecuária Brasil, a melhor genética do campo

Em parceria com a líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, a CONAFER criou o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite em todo o país, contribuindo decisivamente para o crescimento socioeconômico dos agropecuaristas agrofamiliares brasileiros.

O programa tem a duração de 4 anos para ocorrer o efetivo melhoramento genético. Neste período, a CONAFER fará a doação de 3 mil doses de sêmens anuais a cada estado brasileiro, 12 mil doses durante os próximos 4 anos, atingindo milhares de agropecuaristas familiares de todo o território nacional.

Para desenvolver o +Pecuária Brasil nos estados, os corpos técnicos da CONAFER e da ALTA GENETICS darão o treinamento de nivelamento dos técnicos das secretarias de forma presencial.

Às secretarias caberá a definição de um corpo técnico para elaborar o plano de trabalho e implantar o +Pecuária Brasil por meio da seleção dos pecuaristas que tenham propriedades em boas condições sanitárias e nutricionais do rebanho.

Pecuária Brasil é + vantagens ao pecuarista agrofamiliar

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma fazenda com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. Os produtores terão apoio técnico para o melhoramento genético do seu plantel por meio de inseminação artificial. Tudo sem custos durante 4 anos e com acompanhamento do gado inseminado neste período.

+Pecuária Brasil é + qualidade no rebanho

As doses, insumos e logística são de responsabilidade da CONAFER. A alta qualidade dos sêmens tem a garantia da empresa ALTA GENETICS, referência internacional em genética bovina. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis.

+Pecuária Brasil é + lucro no negócio

Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

+Pecuária Brasil é + tecnologia na produção

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. Em resumo: o melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Um software de Alta Gestão fará o gerenciamento da reprodução, melhorando a taxa de prenhez e os índices de reprodutividade. O sistema é online, e depois de alimentado com informações reprodutivas da fazenda, gera listas, gráficos e relatórios para tomadas de decisões de forma rápida e precisa.

+Pecuária Brasil é + sustentabilidade no campo

O melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

+Pecuária Brasil é + desenvolvimento para os estados

O programa integra-se às políticas públicas dos estados. Por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a CONAFER, os governos estaduais têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista.

Assista a transmissão do evento ao vivo

A melhor genética do campo chega ao estado mais jovem do país: +Pecuária no Tocantins

da Redação

Em entrevista à SECOM, da capital Palmas, Jaime Café, secretário da Seagro, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, fala da satisfação e das perspectivas do Acordo de Cooperação Técnica firmado com a CONAFER; previsão é atender 500 propriedades rurais

O estado mais novo do Brasil é um gigante em tamanho, com quase 278 mil km², superando em área, por exemplo, o estado de São Paulo com seus 248 mil km². Tem como limites a Bahia, a leste e sudeste; Piauí, a leste; Maranhão, a norte, nordeste e leste; Pará, a oeste e noroeste; Mato Grosso, a oeste e sudoeste; e Goiás, a sul; estando localizado a sudeste da Região Norte.

Este vasto território, porém, tem uma população muito pequena, comparando-se com qualquer outro estado brasileiro. São quase 1,8 milhão de pessoas, uma população menor que muitas cidades do país.

Mas a região deste belo e rico estado, que até 32 anos atrás era o norte goiano, tem vocação para uma atividade econômica muito importante: a pecuária. Tocantins está entre os 3 maiores produtores de bovinos da Região Norte, tanto de corte, como de leite. É neste cenário de um enorme potencial de crescimento que chega o +Pecuária Brasil.

Nos parágrafos abaixo, o secretário Jaime Café, fala ao editor de jornalismo Wilson Ribeiro, sobre agricultura familiar, o trabalho da Seagro para fomentar o setor e a preparação de Tocantins para receber o +Pecuária Brasil.

Jaime Café de Sá é produtor rural, foi presidente do Sindicato Rural de Lagoa da Confusão, prefeito de Lagoa da Confusão por dois mandatos, ocupou o cargo de Secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento na gestão Siqueira Campos (2011 a 2014). Foi deputado estadual no ano de 2017. E atualmente comanda a Seagro.

SECOM:

Qual a importância do +Pecuária Brasil para os agropecuaristas familiares do Tocantins?

Jaime Café:

Temos uma grande satisfação em poder fazer esta cooperação com a CONAFER. O Tocantins é um estado de dimensões bastante grandes, um estado maior que o tamanho do estado de São Paulo, porém com uma população bem menor, nós temos 1,8 milhão de habitantes. Uma população bastante rarefeita.

Em relação à agropecuária que envolve os pequenos produtores, ainda temos uma dependência dos programas governamentais, com o PAA, o Programa de Aquisição de Alimentos para a merenda escolar. Temos que fazer o melhor trabalho para os nossos agropecuaristas, para não perder a oportunidade,
não perder este nicho de mercado.

Temos apoiado a produção dos pequenos produtores, como agora com a CONAFER, com uma parceria que vai melhorar muito a qualidade genética dos rebanhos das pequenas propriedades.

Recentemente firmamos um acordo de parceria com o Banco Mundial para melhoramento do gado Nelore, o mais adaptado ao nosso clima, com 100 mil procedimentos de melhoramento genético.

O nosso rebanho bovino é de 8 milhões de cabeças. A ideia é ter um máximo número de fêmeas para um melhor resultado com bezerros mais saudáveis e ganhos para o produtor.

SECOM:
Como se encontra o segmento da agricultura familiar no Tocantins?

Jaime Café:
No Tocantins, do Sul ao Norte, temos mais de 500 projetos de assentamentos do Incra. Temos um convênio com a entidade para o acesso a esta terra, montamos uma equipe de 22 profissionais para titularizar 12 mil propriedades rurais.

Na parte de produção, estamos preparando um programa bem amplo de piscicultura, pois temos uma imensa bacia hidrográfica a ser explorada sustentavelmente, e temos as melhores condições de criar o peixe da agricultura familiar em diversas regiões, como acontece no Paraná e Mato Grosso do Sul.

E temos vantagens competitivas como um clima excelente e água o ano todo, ótima temperatura para os peixes, além do nosso mercado estar próximo da Europa, Estados Unidos e de Manaus, cidade com o maior consumo per capita de peixe no Brasil.

SECOM:
Como a Seagro atua no segmento agrofamiliar, e mais especificamente, no setor de pecuária? Quais as suas expectativas para futuras parcerias com a CONAFER?

Jaime Café:
Esta parceria é muito importante para elaborar e levar adiante nossos projetos, pois com a escassez de recursos dos programas governamentais, surgem as dificuldades de levar a assistência técnica, e daí com as empresas privadas, nossos agricultores podem acessar estes projetos.

No momento, estamos passando por uma crise no setor leiteiro, na produção da muçarela. Com a ideia do governo de importar o leite em pó da Argentina, do Uruguai, no começo do ano, tivemos um momento bem difícil, mas temos uma perspectiva de melhora. O leite
não pode ser caro. Criamos uma linha de crédito para custear a produção por meio de nossa agência de fomento, com avalização do vizinho, sem excesso de exigências e com aprovação ágil no crédito.

Os nossos agropecuaristas terão esta oportunidade de aumentar a produção de leite. E uma vaca que produzia 5 litros, vai passa a produzir 10, 15 litros. E com a inseminação artificial do +Pecuária pelo sistema IATF, vamos ter uma melhor condição ainda de realizar o melhoramento genético.

Tenho certeza do êxito desta parceria. Nós temos algumas regiões do Bico do Papagaio, Araguaína com plantas de laticínios, Bernardo Sayão com 3 plantas, Colmeia, Couto Magalhães e Pequizeiro, todas prontas para receber o +Pecuária. Com as 3 mil doses de sêmens anuais, vamos atender mais de 500 propriedades.

Nós temos uma estrutura para receber os sêmens e entregar nas propriedades de acordo com o plano de trabalho da Seagro, CONAFER e ALTA GENETICS. Tenho certeza do sucesso do +Pecuária Brasil no Tocantins.

O programa +Pecuária Brasil

A CONAFER, em parceria com empresa líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, a ALTA GENETICS, desenvolveu o programa + Pecuária Brasil para o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite dos agropecuaristas familiares brasileiros.
O +Pecuária Brasil é um divisor de águas no campo, e vai contribuir para o crescimento socioeconômico dos pecuaristas do segmento da agricultura familiar. Em parceria com as Secretarias de Agricultura e Agropecuária dos estados, a CONAFER fará a doação de centenas de milhares de doses de sêmens durante os próximos 4 anos em pequenas propriedades em todas as regiões do território nacional.