Nobel da Paz da ONU mostra que CONAFER está no caminho certo ao apoiar Agenda 2030 contra a fome

da Redação

Programa Mundial de Alimentação da ONU recebe o maior prêmio do planeta, lembrando ao mundo que a paz e a erradicação da fome são inseparáveis

Foto: Liberal

A luta contra a fome no mundo ganha o Nobel da Paz 2020. O Programa Mundial de Alimentação da Organização das Nações Unidas, a ONU, foi o vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2020, anunciado nesta sexta-feira, dia 9. O programa foi agraciado pelos seus esforços em combater a fome e por sua contribuição para melhorar as condições de paz em territórios em conflito, lutando contra o prática de usar a fome como arma de guerra. 

Este é o maior programa de combate à fome do planeta e busca promover a segurança alimentar. Apenas em 2019, a agência da ONU forneceu assistência para cerca de 100 milhões de pessoas em 88 países. Nos últimos anos, no entanto, a situação vem se agravando, com 135 milhões de pessoas passando fome, aumento aumentado majoritariamente por guerras e conflitos armados. 

Avião C-130 Hercules da ONU transportando alimentos do PMA para a região de Rumbak, no Sudão. Foto: Wikipédia

Esta premiação é um marco na história do mundo pós-moderno, pois as nações enfrentam uma grave crise alimentar no contexto de uma das maiores epidemias da história. A projeção feita pelo programa é que em um ano pode haver até 265 milhões de pessoas ameaçadas pela falta de comida e apela à comunidade internacional para não deixar o Programa Mundial de Alimentos sem fundos. “A necessidade de solidariedade internacional e cooperação multilateral é mais conspícua que nunca”, disse a presidente do Comitê do Nobel, Berit Reiss-Andersen.

A declaração foi interpretada como uma resposta ao surgimento considerado perigoso de um nacionalismo explícito em diferentes partes do mundo e do populismo de governos que vem atacando ações e orientações da ONU nos últimos anos. A entidade se manifestou por meio do twitter: “Agradecemos ao comitê do prêmio por honrar o Programa Mundial de Alimentos com o Nobel da Paz 2020. Esse é um lembrete poderoso para o mundo de que a paz e o combate à fome caminham lado a lado”.

Parceria CONAFER e PNUD busca segurança alimentar por meio da produção agrofamiliar 

Como representante de uma parcela significativa da agricultura familiar brasileira, a CONAFER atua pelo cumprimento das diretrizes globais da Agenda 2030 da ONU, por meio de ações com o PNUD, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, cujo compromisso é erradicar a fome no planeta sem abrir mão da sustentabilidade. 

Com este prêmio, a parceria com o PNUD reforça que estamos no caminho certo na busca da segurança alimentar. A CONAFER busca a efetiva implementação dos 17 objetivos previstos na Agenda 2030 da ONU cujo os objetivos fundamentais são o fim da fome, a luta por justiça social e a preservação do planeta.

LEIA TAMBÉM:

A Agenda 2030 da ONU é tão importante para a CONAFER que nasceu o CONJUR

AGENDA 2030: COMPROMISSO COM A VIDA É PARA CUMPRIR

A Confederação tenta de forma ativa contribuir para que a Agenda 2030 encontre êxito no Brasil, estimulando a agricultura familiar sustentável, promovendo a moderna agroecologia, levando alimentação saudável para uma nação inteira mesmo diante de situações de calamidade. Como afirmou a agência da ONU, “até o dia em que tivermos uma vacina médica, a alimentação é a maior vacina contra o caos”.

Capa: Nobel