CONAFER e CURSOS CPT: instituição atuante há 35 anos na educação profissional vai oferecer desconto de 30% em 800 cursos

da Redação

Em reunião realizada no mês de agosto, entre a CONAFER, representada pela sua Secretaria Nacional de Agroecologia, Políticas Agrárias e Meio Ambiente, a SEAGRO, e o Cursos CPT, foi firmada uma parceria para que a respeitada instituição educacional, uma das marcas mais importantes do país na formação profissional por meio de EAD, possa disponibilizar os seus 800 cursos aos colaboradores e associados da Confederação. Além do abatimento de 30% em cada curso, os combos profissionalizantes (combos de cursos online) terão 50% de desconto

O Cursos CPT está há mais de 3 décadas atuando em alto nível no ensino técnico-profissionalizante, com ênfase no setor de agronomia e agroecologia. Em parceria com grandes universidades e centros de pesquisas, desenvolve cursos assinados por especialistas, mestres e doutores. Todos os cursos são 100% online, e hoje já são mais de 1,4 milhão de alunos certificados.

Desde o início, nas primeiras conversas, houve uma grande receptividade e interesse do CPT em selar uma parceria com a CONAFER. Como sugestão, os parceiros estão desenhando um código de desconto para os colaboradores e filiados. Todos poderão acessar a plataforma de cursos disponível através do site www.cpt.com.br, e ao finalizar a compra do curso escolhido, bastará inserir o cupom para receber um desconto exclusivo.

Jéssica Camargo, secretária da SEAGRO, diz que “diante desta parceria, podemos incentivar nossos colaboradores e filiados a buscar pela educação e aprimoramento nas mais diversas áreas profissionalizantes, e ao mesmo tempo ampliar a atuação do CPT, alavancando o número de alunos e a procura pelos seus cursos. O CPT já está desenvolvendo a mecânica da parceria para implantar o cupom com código de desconto, e daí poderemos divulgar e iniciar os trabalhos o quanto antes para garantir mais educação e capacitação ao nosso segmento”.

Sobre o CPT

Diante das novas tecnologias de ensino e capacitação profissional à distância, o Curso CPT se destaca dentre os demais formatos por ser inédito, objetivo, prático e eficiente, além de oferecer grande número de informação em um curto espaço de tempo. Atualmente o CPT possui em seu acervo mais de 800 cursos de capacitação profissional, nas mais diversas áreas de atuação.

O CPT tem como missão levar a formação pessoal e profissional aos brasileiros, sistematizando informações, mostrando a prática em linguagem acessível, oferecendo uma excelente capacitação à distância, superando a expectativa do aluno, com o objetivo de melhorar a sua qualidade de vida e o meio ambiente.

Em sua visão, o CPT trabalha para ser a melhor instituição educacional na promoção e excelência do ensino profissional, atuando diretamente e fazendo a diferença no crescimento pessoal de seus alunos. Por isso, o slogan: Realizando Sonhos e Construindo Histórias de Sucesso.

AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL: bioinsumos tem curso gratuito à distância com inscrições até 27 de julho

da Redação

De agosto a setembro de 2021, acontece o primeiro curso sobre produção e controle de qualidade de bioinsumos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Mapa. As aulas acontecerão de forma 100% online, as vagas são ilimitadas e os participantes receberão certificado; bioinsumos ou insumos biológicos, são produtos feitos a partir de microrganismos vegetais, orgânicos ou naturais, aplicados no combate às pragas e doenças, melhorando a fertilidade e nutrição das plantas, e por isso são a nova aposta da agropecuária sustentável em um cenário de crescente busca por processos agroecológicos acompanhados de ganhos de produtividade

O controle biológico na agropecuária do século XXI consiste na potencialização do uso de organismos ou de substâncias de ocorrência natural para prevenir, reduzir ou erradicar a infestação de pragas e doenças nas plantações. É a agropecuária sustentável, produtiva e ambientalmente equilibrada, apoiando-se em práticas que promovam a biodiversidade e os processos biológicos naturais. Por esta razão, o interesse pelos bioinsumos tem se tornado cada vez maior e deve garantir ao Brasil a liderança mundial no setor.
Os principais bioinsumos são à base de microrganismos (vírus, bactérias e fungos), mas também existem vários macro-organismos (insetos benéficos, predadores, parasitóides, ácaros predadores etc), semioquímicos (feromônios) e bioquímicos, todos muito interessantes na busca por uma produção agrícola mais dinâmica e 100% sustentável. O controle biológico no século XXI consiste na potencialização do uso de organismos ou de substâncias de ocorrência natural para prevenir, reduzir ou erradicar a infestação de pragas e doenças nas plantações.

O que são os bioinsumos?

Segundo o decreto N° 10.375, em que foi criado o Programa Nacional de Bioinsumos, o PNB, são considerados bioinsumos, quaisquer produtos, processos ou tecnologias de origem vegetal, animal ou microbiana destinados à produção, armazenamento e beneficiamento de produtos agropecuários, abrangendo os sistemas de:

Produção agrícola;
Pecuária;
Aquícola;
Florestas.

Esses produtos proporcionam melhor crescimento, desenvolvimento e mecanismos de respostas no metabolismo dos animais, plantas e microrganismos. Com isso, temos uma diversidade de produtos que podem ser conhecidos como bioinsumos, como por exemplo:

Inoculantes;
Promotores de crescimento de plantas;
Biofertilizantes;
Produtos para nutrição vegetal e animal;
Defensivos biológicos;
Produtos fitoterápicos, entre outros.

Sobre o setor de bioinsumos

Enquanto no exterior o setor cresce a uma taxa de 15% ao ano, no Brasil o mercado já apresenta taxa anual de 28% de crescimento em bioinsumos no segmento de proteção de plantas. O setor movimenta R$ 1 bilhão no país e tem grande potencial de expansão no uso para os próximos anos.

Curso tem parceria Mapa e Embrapa

O Mapa desenvolveu o curso em parceria com a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia como parte de um dos Objetivos do Conselho Estratégico do Programa Nacional de Bioinsumos. Serão 20h de capacitação com o objetivo atender a uma crescente demanda por profissionais capacitados em boas práticas de produção de bioinsumos no país.
O curso é disponibilizado via plataforma de ensino da Escola Nacional de Gestão Agropecuária (Enagro) e atende a diferentes perfis, como técnicos, extensionistas, alunos de graduação e pós-graduação, produtores rurais. Durante a capacitação, o aluno compreenda os conceitos relacionados a controle biológico, será capaz de identificar as diferentes bactérias do gênero Bacillus utilizadas em controle de pragas e doenças agrícolas, conhecerá os passos para produzir e formular bioinsumos a base de bactérias do gênero bacillus e as metodologias para garantir o seu controle de qualidade.

Faça aqui a sua inscrição

Com informações do Mapa.

PORTAL DOS SABERES: Do manejo da castanha ao manejo de florestas, 10 cursos com inscrições até 9 de junho

da Redação

Abertas novas turmas no Portal Saberes da Floresta, plataforma de acesso ao conhecimento da agricultura familiar brasileira; cursos são à distância e gratuitos, com 60% de aproveitamento tem certificação

O ambiente online é importante aliado na busca pela evolução tecnológica no campo. A educação à distância para os pequenos produtores, encontra no Portal Saberes da Floresta uma fonte de aprendizado sempre em sintonia com os antigos e os novos conhecimentos das culturas agroecológicas, suas origens, práticas e modernas técnicas de produção, com o objetivo de melhorar toda a cadeia produtiva das pequenas propriedades, e claro, o crescimento socioeconômico dos agricultores familiares por meio do desenvolvimento socioambiental.

Nesta segunda-feira, 24 de maio, o Portal Saberes da Floresta anunciou as inscrições para novas turmas já a partir de amanhã, dia 25. A carga horária dos cursos tem duração entre 20 e 40 horas. O prazo para matrículas vai até o próximo dia 09 de junho.

Saiba mais sobre os 10 cursos ofertados:

Manejo da Castanha

Este curso tem como objetivo apresentar informações básicas sobre as boas práticas de manejo da espécie: importância do manejo, marco legal, ecologia da espécie, valor socioeconômico da castanha, técnicas de manejo, beneficiamento, armazenamento e orientações para produção orgânica.

Manejo do Açaí

Este curso tem como objetivo apresentar informações básicas sobre as boas práticas de manejo do açaí: ecologia e botânica da espécie, exigências legais, técnicas de manejo, cadeia produtiva e orientações para a produção orgânica.

Introdução à Concessão Florestal

Neste curso serão apresentadas as informações básicas sobre as atividades em Concessões Florestais: conceito, onde estão, áreas disponíveis, legislações pertinentes, principais produtos e potencialidades.

Gestão de Empreendimentos Comunitários

Este curso tem o objetivo de apresentar boas práticas de gestão de associações e cooperativas, com foco no bom funcionamento dos órgãos de direção dessas organizações que atuam como empreendimentos comunitários na base florestal na Amazônia.

Introdução a Cooperativas e Associações

Este curso tem como finalidade ajudar a compreender as organizações sociais, e como elas podem ajudar a melhorar as relações econômicas, sociais e culturais comuns de grupo de pessoas, por meio de um empreendimento de propriedade coletiva e com gestão democrática.

Introdução ao Manejo Florestal

Este curso tem o objetivo de apresentar conceitos e práticas de manejo florestal sustentável.

Manejo Florestal Comunitário e Familiar

Este curso tem como objetivo apresentar conceitos e práticas sobre o Manejo Florestal Comunitário e Familiar como alternativa de geração de renda para comunidades da Amazônia.

Óleos e Resinas Florestais

Este curso tem como objetivo compreender os conceitos e procedimentos para extração de óleos e resinas florestais, bem como apresentar as potencialidades da cadeia produtiva.

Introdução à Recomposição com Ênfase nas Florestas Tropicais

Este curso tem como objetivo abordar as principais orientações para a recomposição da vegetação em florestas tropicais, a partir das etapas de coleta, beneficiamento e armazenamento de sementes, produção de mudas e construção de viveiros.

Manejo de Impacto Reduzido com Ênfase nas Etapas e Elaboração de Planos de Manejo

Este curso tem como objetivo apresentar as etapas do manejo madeireiro, destacando as atividades pré-exploratórias, atividades exploratórias e as atividades pós-exploratórias.

O tema central dos conteúdos é sempre o universo das florestas, o mais rico da natureza e o mais sensível às ações aplicadas ao meio ambiente. O desafio de empreender com práticas de sustentabilidade só pode ser vencido pela construção do conhecimento, e que é transformador ao ser aplicado em uma prática cotidiana pelos nossos produtores rurais.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.


Com informações do Mapa.

Até 5 de fevereiro, agricultores e comunidades tradicionais podem se inscrever em cursos do Portal Saberes da Floresta

da Redação

Serão 10 cursos na modalidade à distância. Estão abertas inscrições para os cursos disponíveis do Serviço Florestal Brasileiro

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) serão oferecidos dez cursos de educação à distância pelo Portal dos Saberes da Floresta.

Os cursos têm duração de 20 a 40 horas e estão relacionados ao cultivo florestal de castanha e açaí, ao manejo florestal de madeira, à técnica de exploração de impacto reduzido, à gestão de organizações comunitárias (associações e cooperativas), às concessões florestais, à silvicultura de espécies florestais nativas e à experiência de manejo florestal comunitário.

O público-alvo do curso são os representantes de povos e comunidades tradicionais, agricultores familiares, lideranças socioambientais, agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), professores e estudantes de ensino profissionalizante e superior, empresários e trabalhadores do setor florestal, gestores e servidores públicos.

Os cursos com inscrição aberta no Portal Saberes da Floresta são:

  • Manejo da Castanha;
  • Manejo do Açaí;
  • Introdução às Concessões Florestais;
  • Gestão de Empreendimentos Comunitários;
  • Introdução a Cooperativas e Associações;
  • Introdução ao Manejo florestal;
  • Introdução ao Manejo Florestal Comunitário e Familiar;
  • Manejo de Impacto Reduzido com Ênfase nas Etapas e Elaboração de Planos de Manejo;
  • Introdução à Recomposição com Ênfase nas Florestas Tropicais;
  • Óleos e resinas brasileiras.

Para obter o Certificado, é preciso cumprir 60% das atividades propostas. O prazo para inscrições termina no dia 5 de fevereiro e devem ser feitas pelo site.

O Portal Saberes da Floresta faz parte do Projeto Gestão Florestal para a Produção Sustentável na Amazônia. Os recursos financeiros para execução vieram do apoio da cooperação alemã, com recursos do Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW).

Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Araraquara: Daae abre inscrição para capacitação em hortas e agroecologia

FONTE: A Cidade On
O Departamento Autônomo de Água e Esgotos de Araraquara (Daae) está com inscrições abertas para Cursos de Capacitação em Hortas Urbanas e Agroecologia, de 9 a 18 de janeiro, das 8h às 16horas. Os cursos são sobre Horta Comunitária, Horta Caseira e Horta Vertical e podem se inscrever moradores dos bairros das zonas norte e sul, acima de 16 anos, beneficiados pelas obras de abastecimento de água do PAC.
Os cursos são parceria com a empresa ATTAS Treinamento & Assessoria e serão ministrados por Arlei Rosa dos Santos, assistente social formado pela Unesp Franca, mestre em Agroecologia e Desenvolvimento Rural pela UFSCar e especialista em Educação Ambiental pela UNIFESP. Arlei é assentado rural há 21 anos na Fazenda Monte Alegre, em Araraquara SP, desenvolvendo agricultura familiar, apicultura, meliponicultura, projetos e pesquisas em Educação Ambiental.
Quem pode participar? 
Cada curso terá o limite de 40 participantes por setor (Setor Norte e Setor Sul). Terão preferência de inscrição nos cursos de Horta Caseira e Horta Vertical as pessoas que participaram de reuniões anteriores do Trabalho Socioambiental, realizado pelo Daae, no ano passado. Já no curso de Horta Comunitária, terão preferência as pessoas que já estão engajadas em projetos comunitários de Hortas Urbanas.
Cada participante assinará um termo de compromisso (entregue no primeiro dia de curso) e terá o direito de ficar com os equipamentos utilizados no curso para dar continuidade às atividades aprendidas em sua própria casa. Os participantes também receberão um certificado de capacitação por curso realizado.
Os documentos necessários para inscrição são RG e comprovante de endereço no nome da pessoa que deseja participar do curso (em caso de menor de idade, comprovante de endereço pode estar no nome dos pais ou responsável).
Os interessados podem se inscrever nos seguintes locais: 

Zona Norte: 
CRAS São Rafael. Rua Cabo PM Benedito Vieira Goes, nº 340 Jd. São Rafael II
CRAS Valle Verde. Av Bercholina C. A. Conceição, nº 919 Valle Verde
Zona Sul: 
CRAS Cecap. R. Amaury Pinto de Castro Monteiro, nº 957 Cecap
Para as inscrições em Horta Comunitária procure os seguintes equipamentos:
Horta Comunitária da Zona Norte (End.: José Luiz Pio – Zona Norte. Telefone:99749-0319. Falar com Flávio)
Associação dos Moradores do Bairro Victório de Santi (End.: R. Manoel Fernandes Cadina, S/N – Victório de Santi)
Local e tempo de realização dos cursos:
Zona Norte
Horta Vertical. Local a definir. Duração total de 4h
Horta Caseira. Local a definir. Duração total de 12h
Horta Comunitária. Horta Comunitária da Zona Norte. Duração total de 16h
Zona Sul
Horta Vertical. Associação dos moradores do Victório de Santi. Duração total de 4h
Horta Caseira Associação dos moradores do Victório de Santi. Duração total de 12h
Horta Comunitária. Associação dos moradores do Victório de Santi. Duração total de 16h