Bem Vindo a Confederação da Agricultura Familiar

A CONAFER e a UNILAB, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira tem um Acordo de Cooperação Técnica para desenvolverem trabalhos em parceria voltados a projetos de educação no setor agrofamiliar, além da capacitação e acesso dos agricultores ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) pelo acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Outros projetos de graduação e extensão estão sendo efetivados em conjunto para os povos originários. A interiorização do conhecimento, da capacitação técnica, da universalização do aprendizado são alguns dos pontos em comum entre a CONAFER e a UNILAB, e que agora as duas entidades podem compartilhar de forma efetiva por meio novas ações.

Akin Oliri de Ogun, no comando da Secretaria de Políticas e Desenvolvimento dos Povos e Comunidades Quilombolas, vem atuando junto com sua equipe ao lado de professores, pesquisadores e do reitor Roque Albuquerque da UNILAB, na execução de projetos com a UNILAB, de acordo com o termo de cooperação técnica assinado entres as duas entidades. Agricultura familiar e educação juntas podem ser a solução para o grave problema de insegurança alimentar do país. Principalmente, em razão da majoritária participação agrofamiliar na alimentação dos brasileiros.

Com o Projeto Inclusão Escolar, coordenado pela CONAFER e UNILAB, chega-se na realidade dos povos indígenas e quilombolas que atuam na agricultura familiar e no empreendedorismo familiar rural. No último dia 27 de agosto, foi lançado na escola indigena Manoel Francisco dos Santo, em Aratuba, o primeiro encontro de formação do projeto Clube da Inclusa Escolar financiado pela CONAFER. 

A Secretaria de Políticas e Desenvolvimento dos Povos e Comunidades Quilombolas da CONAFER e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, UNILAB, vêm desenvolvendo ações importantes na formação educacional e cultural em muitas comunidades dos povos tradicionais. 

Recentemente, técnicos da CONAFER, pesquisadores e professores da UNILAB, reuniram-se na busca de soluções para um projeto de desenvolvimento da agricultura familiar rural e empreendedorismo rural em áreas indígenas e quilombolas do Maciço Baturité, região localizada a menos de 100 km da capital cearense. O local do encontro de trabalho foi na Fazenda Experimental Piroás (FEP), pertencente à Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), adquirida em 08 de agosto de 2012. Sua área é de 28,2 ha, localiza-se a 17 km do Campus da Liberdade, na localidade de Piroás, distrito de Barra Nova. 

No Campus Liberdade da UNILAB, da direita para a esquerda, a vice-reitora Prof. Dra. Claudia Carioca, o coordenador da CONAFER e secretário, Akin Olori de Ogun, a Prof. Dra. Débora Façanha e a Cordenadora do projeto Prof. Dra. Geraldine Costa 

Um dos principais objetivos da FEP foi proporcionar aos alunos da UNILAB a realização das aulas de Práticas Agrícolas (P.A) II e III, disciplinas inseridas no Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Agronomia na qual permite o contato/vivência dos discentes do curso de Agronomia com o meio rural para aprendizagem “in loco”. Outros objetivos são os projetos de pesquisas científicas, capacitações/treinamentos e extensão rural local, aproximando a assistência técnica às comunidades, permitindo a aplicação de técnicas rurais para o desenvolvimento técnico e socioeconômico.

Na UNILAB construção de novos projetos e produtos

Quilombo Serra do Evaristo, em Baturité, 100 km da capital Fortaleza

A UNILAB

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, é uma instituição de ensino superior pública federal, com sede na cidade de Redenção, estado do Ceará. Ela foi criada pela Lei nº 12.289, de 20 de julho de 2010, e instalada em 25 de maio de 2011. 

UNILAB, Campos Liberdade na cidade de Redenção- CE

De acordo com a legislação, a UNILAB tem como objetivo ministrar o ensino superior, desenvolver pesquisas nas diversas áreas de conhecimento e promover a extensão universitária, tendo como missão institucional específica formar recursos humanos para contribuir com a integração entre o Brasil e os demais países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), especialmente os países africanos, bem como promover o desenvolvimento regional e o intercâmbio cultural, científico e educacional.

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.