Bem Vindo a Confederação da Agricultura Familiar

da Redação

A Confederação já vem desenvolvendo iniciativas de produção agroflorestal, em Pau Brasil, sul da Bahia, 500km de Salvador, nas diversas comunidades indígenas do território Caramuru, como Água Vermelha, Ourinhos e Milagrosa, e também na aldeia Alegrias com os trabalhos de reflorestamento. O Sistema Agroflorestal, comumente chamado de SAF, é uma forma de uso da terra onde se resgata o cultivo ancestral, combinando espécies arbóreas lenhosas como frutíferas ou madeireiras com cultivos agrícolas e animais. Esta combinação traz benefícios econômicos e ecológicos. Agora, na aldeia Meio da Mata, em Porto Seguro, 600km da capital baiana, o sistema SAF foi integrado com mudas nativas das culturas de cacau e feijão, e frutíferas como a banana, no encontro que resultou em um consórcio agroflorestal com alto índice de produtividade. À frente deste trabalho, realizado pela Diretoria de Projetos e Ações Integradas para Povos da CONAFER, está Josenildo Oliveira e sua equipe. Simultaneamente às ações de capacitação e produção, as famílias de agricultores da associação filiada, Acipamm Meio da Mata, receberam kits com garrafa térmica, caneleira, chapéu e facão, além de um par de botas. Os processos agroflorestais já implantados, os preparativos da terra e dos canteiros para um novo plantio da leguminosa, seguem de sol a sol

Em uma área de 100 hectares (equivalente a 100 campos de futebol), os pequenos produtores da Acipamm Meio da Mata atuam neste momento na preparação do solo com máquinas, calcário e os insumos necessários à semeadura do cacau, do feijão e das culturas frutíferas.

Tudo integrado ao sistema de produção agroflorestal, imitando o que já faz a natureza normalmente, com o solo sempre coberto pela vegetação, muitos tipos de plantas juntas, umas ajudando as outras, evitando pragas e doenças, dispensando o uso de venenos, em um encontro de culturas anuais, árvores perenes, frutíferas e leguminosas, além da criação de animais, incluindo os espaços das próprias famílias de agricultores, sempre com ações agroecológicas em seus ambientes de convivência.

Josenildo Oliveira, gestor da Diretoria de Projetos e Ações Integradas para Povos da CONAFER

Para Josenildo Oliveira, gestor da Diretoria de Projetos e Ações Integradas para Povos da CONAFER, “este é um momento especial para a Meio da Mata, pois com a associação, temos a possibilidade de unir esforços e as competências dos agricultores com o apoio da Confederação.

Enquanto um grupo atua no agroflorestamento, outros preparam o solo com calcário, realizam o plantio e transportam mudas para a comunidade. Nosso objetivo é ter culturas sendo produzidas em ciclos diferentes, gerando renda para os agricultores o ano todo”.

Junto com as ações de capacitação e produção, as famílias de agricultores da associação filiada, Acipamm Meio da Mata, receberam kits com garrafa térmica, caneleira, chapéu e facão, além de um par de botas

A expectativa é que os alimentos consumidos por todas as famílias da comunidade sejam produzidos na aldeia, sendo obtidos pelo plantio de produtos sem agrotóxicos, levando até à mesa dos agrofamiliares da Meio da Mata somente a comida que faz bem à saúde. Ao mesmo tempo, pelo reflorestamento, estas famílias podem extrair produtos da floresta para aumentar a renda na comercialização com as cidades vizinhas.

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.