da Redação

Todo feirante tem uma história de luta para garantir que toda manhã, ao iniciar a feira, os consumidores encontrem sua barraca bem bonita e organizada, cheia de frutas, verduras e legumes bem fresquinhos. É uma vida dura, e que começa toda madrugada, bem antes do sol nascer. A criação do Dia do Feirante nesta data, é uma homenagem à primeira feira livre do Brasil, no ano de 1914, no Largo General Osório, na cidade de São Paulo. O feirante é um profissional que trabalha com produtos da agricultura, levando os alimentos até nossas mesas. A maioria são agricultores familiares, pequenos produtores que comercializam os produtos da terra em feiras livres por todo o país. Muitos pertencem às novas gerações, mostrando a força econômica e a importância dos feirantes na cultura, na economia e na segurança alimentar dos brasileiros

A responsabilidade de comercializar em suas barracas, diariamente, uma grande quantidade de produtos de qualidade e procedência, torna a profissão de feirante muito mais complexa do que se pensa. Desde a escolha das frutas, legumes e verduras, o contrato para a sua organização, o tipo de barraca e a infraestrutura do lugar, toda a logística e divulgação necessárias, e sempre com pouca margem de lucro no final. Em tempos de inflação, os riscos ainda aumentam na lucratividade final.

A vida na feira é muito rica nas relações com as pessoas, com os espaços das cidades e a concorrência dos outros feirantes. Cada feirante tem um apelo visual ou verbal, convidando os clientes para que se aproximem dos seus pontos de venda, sempre por meio de gestos e frases engraçadas, como verdadeiros artistas num grande palco com todos os tipos de iguarias, e transformam os ambientes de milhares de feiras, em todas as cidades do Brasil, num grande show diário a céu aberto.

Ser feirante é uma cultura que vai passando de geração em geração. Do plantio à colheita, e depois na comercialização dos produtos que garantem a economia da família, este trabalho é a força-motriz de uma atividade importante na geração de empregos, decisiva no crescimento econômico e na segurança alimentar do país.

Leave a Comment

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.