FONTE: Canal Rural
Por lei, o dinheiro arrecadado iria para o Tesouro Nacional, mas a ministra Tereza Cristina quer que pelo menos 40% do valor fique na pasta

Mais de cem propriedades do Ministério da Agricultura serão privatizadas, concedidas ou doadas. Entre elas, o terreno da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), fazendas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A negociação está nas mãos do Ministério da Economia e, por lei, o dinheiro arrecadado deve ser destinado ao Tesouro Nacional, mas a ministra Tereza Cristina quer que pelo menos 40% do valor fique na pasta. A decisão fica a cargo do Congresso. O comentarista Miguel Daoud responde se isso é um bom negócio e se pode trazer benefício aos cofres públicos.

Leave a Comment