da Redação

Há pouco mais de um ano, mais especificamente no dia 31 de outubro de 2018, representantes da CONAFER saíam de Brasília para uma viagem rumo ao Alto Xingu, para o III Festival Kuikuro de Cultura, evento que a CONAFER ajudou a realizar. Desde o primeiro aperto de mão entre os povos do Xingu e a CONAFER, os laços têm se estreitado em benefício de todos os xinguanos. Duas lideranças indígenas têm se destacado neste trabalho incansável de representar a CONAFER no Alto Xingu. Marrayury Jair Kuikuro, Secretário Nacional dos Povos Indígenas do Xingu, e sua mulher, Sula Fernanda Kamaiura, Coordenadora das Organização das Mulheres Xinguanas, têm levado as pautas e necessidades de todas as etnias até Brasília, e assim poder obter agendas nos órgãos de representatividade dos indígenas, como a FUNAI, FUNASA, SESAI, Ministério da Justiça e outros, além de tratar de infraestrutura e melhorias nas aldeias, e realizar projetos nas áreas da saúde, educação, transporte, esporte e lazer.

A CONAFER e os povos do Xingu realizam o ritual da amizade

A aproximação entre os Kuikuros e a CONAFER começou por iniciativa do próprio guerreiro Jair Kuikuro, que durante o Encontro de Pajés na Aldeia Baixo Alegre, em Pau-Brasil na Bahia, aproximou-se dos parentes Pataxó e Pataxó HãHãHãe, e também da CONAFER. Vendo o belo trabalho da Confederação junto aos seus parentes, Jair fez um convite oficial para que a entidade viesse a se somar na realização do Festival em sua Aldeia. O convite foi prontamente aceito, e desde então, a CONAFER/Kuikuros/Pataxós estão unidos na luta por autonomia, valorização cultural, contra as violações de seus direitos e melhores condições de vida em seu território.

No Parque do Xingu, a diversidade de nações e costumes

O Parque tem 16 nações que convivem no território do tamanho de Sergipe, com 2,6 milhões de hectares: Aweti, Ikpeng, Kaiabi, Kalapalo, Kamaiurá, Kĩsêdjê, Kuikuro, Matipu, Mehinako, Nahukuá, Naruvotu, Wauja, Tapayuna, Trumai, Yudja e Yawalapiti. O Parque Indígena do Xingu é considerada a maior Reserva Indígena do gênero no mundo. Jair Kuikuro reforça a vocação da CONAFER em promover o desenvolvimento das comunidades por meio de suas ações. Para Jair, “com a CONAFER é possível não apenas atuar em favor do meu povo Kuikuro, mas também por todos os povos irmãos do Alto Xingu, aproximando nações, promovendo suas culturas e tradições, atuando no desenvolvimento da agricultura e na economia das aldeias, e principalmente, ajudando no fortalecimento das nossas lutas”.

Leave a Comment