Este é um momento histórico para a bovinocultura brasileira. Nasceram em Raul Soares, Minas Gerais, os primeiros bezerros da revolução genética em andamento por mais de 2 mil municípios do território nacional, nas 5 regiões do país. Nunca houve nada igual na reprodução dos rebanhos, leiteiros e de corte, da agropecuária familiar. Os números do programa comprovam. São projetados até 2025 a adesão de 800 mil propriedades, 700 mil empregos formais, 1,2 milhão de diagnósticos de gestação e 1 milhão de vacas com prenhezes confirmadas. A dimensão que tomou o +Pecuária Brasil explica-se pelo ineditismo de um programa de biotecnologia reprodutiva que entrega a prenhez do animal, e não apenas os sêmens e insumos. É uma revolução genética completa que já está presente nas 27 unidades da Federação, multiplicando a produção e melhorando as condições socioeconômicas de milhares de pecuaristas familiares brasileiros

Desde que a CONAFER e a Alta Genetics, líder mundial em tecnologia de inseminação artificial, criaram o + Pecuária Brasil, os acordos de cooperação técnica com secretarias de estados e municípios se multiplicam, dia após dia, pelos 6 biomas do território nacional. O grande diferencial do programa é a entrega das prenhezes ao pequeno produtor. Os acordos de cooperação técnica selados vão beneficiar os pequenos produtores rurais de boa parte do território nacional, que agora podem multiplicar os rebanhos, de corte e leite, com sêmens de touros provados da Alta Genetics, empresa líder mundial em inseminação artificial e parceira da CONAFER. 

Os primeiros bezerros do +Pecuária nasceram em Raul Soares-MG, a 230 km de Belo Horizonte

São projetadas até 2025, 1 milhão de prenhezes, todas viabilizadas pela entrega de sêmens e insumos, com a efetiva inseminação e acompanhamento da gestação pelos técnicos da CONAFER até a prenhez do animal. Este é o grande diferencial do programa, pois a prenhez é algo efetivo, que materializa todas as ações do projeto, desde a preparação nutritiva, o manejo do rebanho, a fase hormonal, o processo de inseminação e a gestação do animal.

Um dos primeiros nascimentos em um dos estados com maior rebanho bovino do país

O +Pecuária nasceu para desenvolver os rebanhos bovinos, de corte e leite, em todas as regiões brasileiras, contribuindo decisivamente para o crescimento da pecuária nacional. Em pouco tempo, esta verdadeira revolução genética já chegou nos 6 biomas nacionais, contemplando pecuaristas familiares de Norte a Sul do Brasil em tempo recorde. Cada acordo é motivo de felicidade para os pecuaristas familiares, municípios, estados e toda a cadeia produtiva envolvida neste importante segmento econômico.

Os primeiros nascimentos são um prêmio ao trabalho de todos os envolvidos neste programa inédito da agropecuária familiar brasileira

Um futuro melhor para os pequenos produtores agrofamiliares

A reprodução é um dos fatores que mais afetam a produtividade e a lucratividade de um rebanho. Uma propriedade com bom desempenho reprodutivo consegue produzir mais, vender mais e gerar mais lucro. O programa trabalha com touros provados e acesso ao catálogo de raças da ALTA GENETICS, reduzindo as chances de doenças genéticas nos plantéis. Com a melhora dos índices de reprodutividade, eleva-se a produção leiteira, a qualidade do gado de corte e a lucratividade final do produtor. A garantia de um rebanho certificado aumenta o valor do produto final, melhora a comercialização e cria perspectivas de futuro para o negócio.

Touros raçadores com a melhor genética fazem parte do catálogo da Alta Genetics, parceira da CONAFER no +Pecuária Brasil

Tecnologia na produção e sustentabilidade no campo

A tecnologia da inseminação artificial atua no aumento de produção de arrobas por hectare, no tamanho da carcaça, na fertilidade, na eficiência alimentar, na resistência a doenças. O melhoramento genético diminui o custo e aumenta a produção. Mais que isso, o melhoramento genético é a melhor ferramenta para responder à demanda por sustentabilidade ambiental. No mais positivo dos cenários, em relação ao desempenho, é possível ter o dobro de produção em metade das terras ocupadas atualmente pela bovinocultura. A produção sustentável garante mais lucros com menores custos, conserva os solos e os recursos hídricos, preserva a biodiversidade, possibilita o sequestro de carbono maior que a emissão de metano dos bovinos, além da pastagem com melhor qualidade nos períodos críticos do ano.

Desenvolvimento para estados e municípios

O programa integra-se às políticas públicas de estados e municípios, que têm a oportunidade de fomentar o setor, melhorar as condições socioeconômicas dos pequenos produtores, gerar mais empregos, levar nova tecnologia ao campo e ampliar as receitas estaduais com o crescimento de toda a cadeia produtiva agropecuarista. Por isso, cada ACT tem por objeto a integração de esforços entre as partes para a execução das ações em campo, levando assistência técnica e extensão rural aos pequenos produtores, como forma de aprimoramento das ações que proporcionem a melhor performance genética do gado. Utilizando como biotecnologia reprodutiva o sistema IATF- Inseminação Artificial em Tempo Fixo, é possível obter por esta técnica a sincronização da ovulação das fêmeas bovinas após a administração de medicamentos em dias predeterminados, proporcionando ao plantel o melhoramento da genética futura.

A CONAFER não mede esforços para que o progresso genético e uma pecuária lucrativa cheguem a todos, mesmo aos que estão mais distantes e que são invisíveis às políticas públicas. Agora, estes produtores têm a chance de ter genética de ponta em suas propriedades a custo zero, fazendo uma revolução na sua produção, triplicando o lucro a médio prazo, alcançando sucesso financeiro e produtivo, o que garante qualidade de vida para suas famílias, educação de qualidade para seus filhos, diminuição do êxodo rural, crescimento de toda a cadeia produtiva e obtenção de um desenvolvimento socioeconômico substancial para estados e municípios brasileiros.

Compartilhe:

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.

CONAFER - 2022