Dos 223 municípios paraibanos, 126 deles têm acordos de cooperação técnica assinados com a CONAFER para receber o maior programa de melhoramento genético do país. Ou seja, 56% das cidades da Paraíba são cobertas pelo +Pecuária. Em Patos, quarto município mais populoso do estado, localizado no Vale do Rio Espinharas, circundado pelo Planalto da Borborema a leste e sul, e pelo Pediplano sertanejo a oeste, a 306 km de João Pessoa, respira bovinocultura depois que o +Pecuária Brasil chegou lá, como já está em 3 mil cidades e nos 27 estados brasileiros. O sertão paraibano é um dos lugares onde o +Pecuária vem atuando. A história de Patos com o programa teve início em junho de 2022. Foram 26 fêmeas cadastradas na primeira etapa, e com o aumento da procura, contabilizaram-se 100 fêmeas para a próxima etapa. Menos de um ano depois, com o nascimento de dezenas de bezerros, é nítida a satisfação dos produtores com a qualidade do novo plantel de bovinos, apontando para um novo tempo na vida dos agropecuaristas familiares patoenses 

Isto, porque ele entrega a prenhez do animal, e não apenas os sêmens e insumos, realizando a preparação nutritiva, o manejo do rebanho, os protocolos hormonais, o processo de inseminação e a gestação do animal até o nascimento dos bezerros. É uma revolução genética completa que já está presente em todo território brasileiro, multiplicando a produção e melhorando as condições socioeconômicas de milhares de pecuaristas familiares. 

Em Patos, Márcio Simões, presidente da Associação de Moradores da comunidade Conceição de Cima, diz que o Programa veio beneficiar o produtor, principalmente o pequeno. “Tem que abraçar esse programa pois é muito importante. Hoje eu tenho duas bezerras que nasceram desse programa”, afirmou. Já o agricultor Gilberto Holanda comemorou a implantação do +Pecuária devido os altos custos da biotecnologia genética para o produtor. “Esse programa vai beneficiar o pequeno produtor porque o custo de manutenção do touro numa pequena propriedade é muito alto. O programa de inseminação artificial dá todo apoio e os frutos já estão sendo colhidos. As vacas já começaram a parir”, contou Gilberto Holanda.

Desde que a CONAFER e a Alta Genetics, líder mundial em tecnologia de inseminação artificial, criaram o + Pecuária Brasil, os acordos de cooperação técnica com secretarias de estados e municípios se multiplicam pelos 6 biomas do território nacional na velocidade da luz. Os acordos de cooperação técnica selados na Paraíba acompanharam esta expansão do programa, com uma adesão maciça dos pequenos produtores rurais do Semiárido, que hoje podem multiplicar os rebanhos, de corte e leite, com sêmens de touros provados das melhores raças.

Para o criador aderir ao +Pecuária Brasil, é necessário procurar a Secretaria de Agricultura do município de Patos, localizada no Centro Administrativo Aderbal Martins, na Rua Horácio Nóbrega, no bairro Belo Horizonte, próximo ao Estádio José Cavalcanti.

Compartilhe:

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.