Bem Vindo a Confederação da Agricultura Familiar

FONTE: G1

Princípio ativo de herbicida que causa prejuízos em parreirais e plantações foi encontrado em 18 cidades. Resultados serão encaminhados ao MP.

Laudos da Secretaria Estadual da Agricultura confirmaram a presença do princípio ativo do agrotóxico 2,4-D em parreiras e pomares de 18 cidades do Rio Grande do Sul. O herbicida que é usado nas lavouras de soja causa prejuízos em parreirais e plantações de oliveiras e maçãs. Os resultados das amostras serão encaminhados ao Ministério Público.
Das 53 amostras analisadas pela pasta, 52 tiveram laudos positivos. O 2,4-D é aplicado em terras que são preparadas para a lavoura de soja. Ele controla a buva, uma erva que é a principal invasora das lavouras.
Em muitos casos, o vento leva o produto por mais de 15 quilômetros de distância, podendo atingir outras culturas, como as videiras, onde ele provoca a queda das flores, frutos e o crescimento descontrolado da planta.

Herbicida é usado nas lavouras de soja, para controlar invasora. Porém, vento pode carregá-lo, atingindo culturas que acabam prejudicadas — Foto: Reprodução/RBS TVHerbicida é usado nas lavouras de soja, para controlar invasora. Porém, vento pode carregá-lo, atingindo culturas que acabam prejudicadas — Foto: Reprodução/RBS TV

Veja vídeo da reportagem aqui.

Leave a Comment

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.