da Redação

Especialistas em economia no mundo todo já haviam definido, ainda antes da pandemia da Covid-19, que o grande ativo financeiro das próximas décadas é a sustentabilidade. E a atividade econômica 100% sustentável, que preserva o meio ambiente, propicia o resgate do carbono e integra as pessoas à natureza, é o turismo rural. Pensando em ampliar as suas ações e benefícios aos seus associados pela promoção do turismo rural, a Confederação criou uma secretaria especializada em agroturismo, a SETUR, Secretaria Nacional de Turismo da CONAFER. Com a retração das atividades turísticas em função da crise sanitária, é preciso investir em novas atrações e roteiros ainda desconhecidos, integrando os agricultores familiares potencialmente em condições de fazer parte deste processo. Identificar novos canais turísticos, integrar culturas locais, promover feiras e serviços, criando um calendário anual de atividades, são as primeiras ações da nova secretaria

O desequilíbrio populacional do Brasil, em que 80% da sua população vive nas grandes cidades, garante um enorme potencial de crescimento do agroturismo, afinal as pessoas nas metrópoles sempre estão pensando em buscar alternativas de lazer no meio rural. O ano de 2020 foi escolhido pela Organização Mundial do Turismo (OMT) como o ano do turismo rural.

Estamos em sintonia, portanto, com os ventos da mudança. A nova secretaria sob o comando de Renata Frota, vai desenvolver atividades turísticas no meio rural, fomentar a produção agropecuária agregando valor a produtos e serviços turísticos, promovendo o patrimônio cultural e natural das comunidades.

Para a secretária Renata Frota, “o objetivo é gerar oportunidades de renda e de melhoria na qualidade de vida dos produtores rurais, e de toda a comunidade envolvida na produção. Com o turismo rural, a CONAFER também vai contribuir na conscientização ambiental, fundamental em nossa atividade agroecológica”.

A secretária Nacional de Turismo da CONAFER, Renata Frota, falou das suas primeiras ações à frente da SETUR

No entendimento de Renata Frota, “o turismo rural é uma alternativa adequada às demandas atuais da agricultura familiar brasileira, apresentando a beleza do campo, a riqueza cultural e as características sociais de uma região. Vamos atuar neste processo para implementar um modelo de turismo que atue fortemente na conscientização das pessoas por meio da comunicação, palestras, eventos e ideias que façam com que o turismo rural ajude a transformar para melhor a vida de milhares de agricultores familiares e suas comunidades, envolvendo os povos indígenas e quilombolas”.

Conheça os impactos positivos do Turismo Rural:

  • Aumenta a participação e a parceria entre as propriedades rurais. Quando uma propriedade complementa a outra, seja nos atrativos, seja na oferta de produtos/serviços, o turismo rural torna-se mais eficaz e rentável;
  • Permite uma série de benefícios à comunidade receptora, como geração de novas despesas com pagamentos de funcionários e matérias-primas. Na verdade, o turismo rural, aquece a economia da região;
  • Estimula as atividades produtivas nas propriedades vizinhas, que passam a contribuir com o fornecimento de artesanatos e alimentos;
  • Contribui com a preservação e a valorização do patrimônio natural, pois estimula a sensibilização ambiental dos visitantes e da comunidade rural;
  • Contribui com a valorização do patrimônio cultural, ao resgatar a cultura local, seja por meio da gastronomia e da arquitetura, seja por meio das atrações culturais, como festas típicas e música regional;
  • Descentraliza o fluxo turístico, nas regiões já conhecidas e famosas, conforme vão sendo abertos novos núcleos turísticos no meio rural;
  • Promove os produtos tradicionais da propriedade, como artesanatos e quitandas;
  • Fomenta o artesanato e os produtos alimentícios da região;
  • Melhora a qualidade de vida no meio rural, pois além de gerar renda a várias famílias rurais, o turismo rural aperfeiçoa a infraestrutura básica da região;
  • Auxilia na formação educacional do homem do campo, por meio da capacitação profissional, além de melhorar a qualidade dos produtos/serviços oferecidos aos turistas;
  • Além de apresentar função didática e educativa, o turismo rural favorece a interação social e cultural de quem mora no meio urbano com os moradores do campo;
  • Garante continuidade às atividades tradicionais da propriedade e contribui com a manutenção da família rural no campo, graças às novas oportunidades de emprego no meio rural.

Com informações do portaleducacao.com.br e Aprenda Fácil Editora da Área Turismo Rural e Ecológico.

Compartilhe:

Leave a Comment

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.

CONAFER - 2022