O VBP deste ano projetou o faturamento das lavouras em R$ 812,8 bilhões (alta de 0,4%) e da pecuária em R$ 366,4 bilhões (queda de 3,4%). O valor estimado para o ano é um pouco inferior ao de 2021 (R$ 1,188 trilhão), porém o segundo maior em uma série histórica de 30 anos. Os fatores que impactaram a estimativa atual foram a retração na produção de soja no Sul do país por causa de problemas climáticos e a redução dos preços internos da pecuária. É importante lembrar qual parte deste montante cabe à agricultura familiar. 40 milhões de pequenos produtores ocupam 25% das terras produtivas, compondo mais de 80% dos estabelecimentos agropecuários, produzindo quase 40% do VBP. Outro fator importante é que a demanda interna é quase totalmente absorvida pela agricultura familiar, o que revela a sua fundamental importância para a segurança alimentar do país

O que é VBP

O VBP mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento. Calculado com base na produção da safra agrícola e da pecuária, e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do país, dos 26 maiores produtos agropecuários do Brasil. O valor real da produção, descontada a inflação, é obtido pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) da Fundação Getúlio Vargas. A periodicidade é mensal. 

Para o VBP de 2022, em relação às culturas que mais contribuíram para os resultados, destacam-se algodão com aumento real do VBP de 23,6%; amendoim 11,7%; banana 17,2%; batata-inglesa 13,1%; café 29,5%; cana-de-açúcar 4,5%; feijão 8,2%; mandioca 13,9%; milho 13,35%; tomate 22,0% e trigo 36,4%.

Na pecuária, a retração foi registrada nos setores de carnes bovina, suína e de frango. “A pecuária está passando por queda de preços internos, o que impactou alguns itens, como carne bovina, de frango e suína. Por outro lado, leite e ovos têm tido bom desempenho”, explica o coordenador-geral de Políticas Públicas do Mapa, José Gasques. As maiores retrações de valor foram na soja, -11,7%, e no arroz, -20,8%. Apesar dessas quedas de preços nas carnes, pode-se considerar 2022 como um ano de bons preços agrícolas.

O VBP deste ano projetou o faturamento da pecuária em R$ 366,4 bilhões (queda de 3,4%)

Estados

Entre os estados, Mato Grosso lidera com o maior VBP, seguido por Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Em razão das perdas com a plantação de soja no Sul, o Sudeste passou para segunda posição do ranking regional, antes ocupada pela Região Sul.

VBP 2023

Com a previsão de chuvas para 2023, o VBP para o próximo ano é estimado em R$ 1,237 trilhão, 4,9% acima do projetado para este ano, conforme informações preliminares. “Os órgãos federais, como IBGE e Conab, apontam que o clima será melhor em 2023, o que é bom para a agropecuária”, ressalta Gasques. Conforme previsão da Conab, as lavouras de soja devem se expandir sobre áreas de pastagens degradadas, apresentando boa recuperação da produção do grão no ano que vem.

Com informações do Mapa e Conab.

Compartilhe:

Assine a nossa newsletter
Fique por dentro de tudo que acontece aqui.

CONAFER - 2022